Fórmula 1: Hamilton vence no GP da Hungria - Massa sofre cirurgia e continua sedado

O vencedor do Grande Prêmio da Hungria foi o atual campeão Lewis Hamilton, da McLaren. A Ferrari também voltou a andar bem, e sem o companheiro de equipe, Kimi Raikkonen chegou na segunda posição. O grid foi completado por M. WEBBER, da Red Bull. O carros das Brawn GP não deslancharam neste domingo. J. Button conseguiu chegar apenas em sétimo, enquanto o brasileiro Rubens Barrichelo chegou somente na décima posição. Nelsinho Piquet da Renault, mais uma vez, foi mero coadjuvante chegando em 13°, enquanto seu companheiro, Fernando Alonso, abandonou por problemas no carro. Veja o como terminou o GP da Hungria: 1- L. HAMILTON McLaren Mercedes 1:38:23.876 2- K. RAIKKONEN Ferrari 1:38:35.405 3- M. WEBBER Red Bull Racing 1:38:40.762 4- N. ROSBERG AT&T Williams1:38:50.843 5- H. KOVALAINEN McLaren Mercedes 1:38:58.268 6- T. GLOCK GER Panasonic Toyota Racing 1:38:59.113 7- J. BUTTON Brawn GP1:39:18.964 8- J. TRULLI ITA Panasonic Toyota Racing 1:39:32.048 9- K. NAKAJIMA Williams 1:39:32.650 10- R. BARRICHELLO Brawn GP 1:39:33.132 11- N. HEIDFELD BMW Sauber F1 Team 1:39:34.488 12- N. PIQUET Renault F1 Team 1:39:35.388 13- R. KUBICA BMW Sauber 1:39:37.922 184 14- G. FISICHELLA Force India 1:38:26.239 15- J. ALGUERSUARI Toro Rosso 1:38:44.598 16- S. BUEMI SUI Scuderia Toro Rosso 1:39:11.399 Felipe Massa passa por cirurgia e continua sedado Após o acidente no treino classificatório para o GP da Hungria de Fórmula 1 e passar toda a madrugada de domingo em coma induzido, Felipe Massa está dando respostas leves, porém significativas aos médicos no Hospital Militar de Budapeste, capital húngara. A tomografia a que o piloto foi submetido apontou que os edemas diminuíram. O brasileiro continua sedado e, periodicamente, é submetido a exames radiológicos e clínicos. Será assim nas próximas 48 horas.

Seja parte de algo grande