Lei que obriga carros nacionais a ter airbag e ABS será aprovada em janeiro

Apesar de protestos por parte das montadoras, começam a vigorar a partir do ano que vem, resoluções que tornam obrigatória a instalação de vários itens de segurança nos automóveis. A inclusão dos equipamentos de segurança vitais como freio ABS, air bag e até mesmo o brake light devem encarecer o carros em em quase R$ 4 mil. Os executivos das grandes montadoras brasileiras consideram a segurança um requisito muito importante, mas na opinião deles, quem deve escolher por ter ou não os sistemas em seus veículos são os consumidores. Em janeiro, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) deve aprovar a obrigatoriedade de todos os carros, inclusive os populares, de saírem de fábrica com ABS (sistema antibloqueio de frenagem) e airbag, bolsa inflável que evita o choque do corpo com o volante ou pára-brisa. Hoje, como opcionais, os dois itens custam entre R$ 2,8 mil e R$ 3 mil. A instalação dos itens não será imediata. A pedido da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), cada montadora pode determinar os modelos que receberão os equipamentos primeiro, sendo que devem respeitar a seguinte regra: a partir de janeiro de 2011, 20% dos veículos deverão sair de fábrica com ABS, subindo para 40% em 2013 e 100% em 2014. Já para o air bag, o cronograma a ser seguido é: 15% dos carros produzido devem estar com o equipamente em janeiro de 2012, 30% em 2013 e para 100% em 2014. Especificamente para os automóveis de passeio e comerciais leves, a inclusão do Air bag começa antes. Em agosto de 2009, o porcentual de 20% da produção deve receber o equipamento, índice que sobe para 40% em fevereiro de 2010 e 100% em agosto do mesmo ano. O rastreador via satélite também é item que passará a ser obrigatório de fábrica. Fonte: Jornal O Estado de S. Paulo e G1

Seja parte de algo grande