Chevrolet Agile faz a alegria dos vendedores e versão top de linha já está em falta

De vez em quando passamos por concessionárias, de todas as marcas, para ver como anda o mercado de novos e também de usados. Enquanto algumas marcas oferecem modelos com financiamento com juro zero, caso da Renault, Citroën, Toyota e até mesmo a Honda, os vendedores da Chevrolet andam rindo à toa. O motivo da alegria é o desacreditado Agile, que apesar do visual "diferenciado", está vendendo muito. Entramos em uma concessionária da Chevrolet em São Paulo e começamos a conversar com um vendedor. Durante a conversa, no começo da tarde, ele nos contou que havia acabado de vender três 0kms, sendo que dois eram Agiles. Dependendo da versão, como a LTZ com freios ABS e airbag, o estoque é zero e o cliente precisa aguardar cerca de 30 a 40 dias para receber o seu. Também apuramos que os consumidores estão comprando o Kit Sport de forma parcial, ou seja, alguns optam apenas pelas rodas de 16 polegadas enquanto outros se contentam com a máscara negra no faróis. Também apuramos as cores mais vendidas: em primeiro lugar, nenhuma novidade, o prata lidera disparado. A novidade fica por conta da cor vermelha, a segunda opção mais vendida, seguido do verde "hera". Curiosamente, a cor preta não é uma das preferidas pelos compradores do Agile, pois segundo os vendedores, esta cor esconde o detalhe preto na coluna "C". As versões mais baratas, sem itens como ar-condicionado e vidros e travas elétricas ainda não chegou às revendas. Mesmo custando cerca de R$ 8 mil a mais, os consumidores estão preferindo levar o Agile do que o Corsa 1.4 Maxx por R$ 30 mil. Segundo os vendedores, a situação do Corsa vai ser ainda pior quando o Agile mais barato chegar às lojas. Esta diferença ficou vísivel nos números da Fenabrave de novembro, quando o Agile emplacou 5.938 unidades contra 2.274 do Corsa. Os números da 1ª quinzena de dezembro também mostram que o Corsa está perdendo seu espaço para o irmão mais novo: 2.739 unidades emplacadas do Agile contra 837 do Corsa.

Seja parte de algo grande