Crise? Vendas no Brasil continuam crescendo - Alguns modelos 0km tem espera de 60 dias

Com a prorrogação da redução do IPI, os consumidores brasileiros vão às concessionárias para comprar seu carro 0km. O aumento no consumo, inesperado por algumas montadoras, acaba resultando em um fato curioso em meio à crise financeira: faltam carros. Em entrevista ao Jornal da Globo, exibido na noite desta segunda-feira (20), o vice-presidente nacional da Fenabrave, Joel Jorge Pasqualin explicou o fato: “O que aconteceu quando veio o início da crise, as fábricas diminuíram a produção. Com isso, houve a redução dos estoques, tanto nas revendas, quanto nas fábricas. Quando veio a redução do IPI e o aquecimento novamente do volume, alguns produtos ficaram prejudicados”. A verdade é que as fabricantes não acreditaram que o Brasil conseguiria ter resultados positivos em meio à grande turbulência financeira que afetam as empresas, principalmente no exterior. Agora, algumas montadoras que dispensaram funcionários já estão os chamando de volta. Outra mudança no consumo é no tipo de veículo. Ao invés de carros "pelados", os consumidores brasileiros estão comprando carros cada vez mais equipados, principalmente com ar-condicionado e direção hidráulica, e motores 1.6, ao invés dos 1.0. De fato, a ocasião é boa para quem tem dinheiro na mão, pois além da redução do IPVA, algumas montadoras oferecem financiamento através de banco próprio com taxas bem mais atrativas, e em alguns casos, até com juro zero. Se você está pensando em comprar um carro agora e pretende financiar uma parte fique atento: muitos vendedores "empurram" um financiamento bancário de um banco "normal" com taxa maior para obter lucro em cima, ao invés de indicar o financiamento pelo banco da própria montadora.

Seja parte de algo grande