Redução do IPI acabará de vez no fim de março

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta sexta-feira (29) que a redução da alíquota do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), disponível apenas para carros com motores bicombustível, não será prorrogada novamente. Com os resultados expressivos obtidos pela indústria automobilística no Brasil, o Governo considera que não existe mais necessidade de continuar oferecendo a redução sobre o preço de veículos. "Acreditamos que, se a economia está crescendo, ela não precisa mais da ajuda do Estado", disse Guido Mantega em entrevista à Agência Estado. Com o anúncio, o cronograma estabelecido pelo governo será cumprido, ou seja, a redução da alíquota permanecerá até o dia 31 de março apenas. A partir de 1° de abril, o imposto volta a ser cobrado de forma integral (e não é mentira de 1° abril). Veja como ficam as alíquotas de IPI até março de 2010: Flex 1.0 – IPI de 3% até março de 2010 Flex 1.0 a 2.0 – IPI de 7,5% até março de 2010 Flex acima de 2.0 – IPI de 18% até março de 2010 As alíquotas de IPI para carros com motores movidas apenas a gasolina, de qualquer cilindrada, já tiveram o retorno integral no mês de janeiro. Caminhões permanecem com o IPI Zero até junho de 2010. Se para o consumidor a volta integral do Imposto é ruim, os revendedores de carros usados comemoram. Com a redução do IPI, as lojas de carros usados sofreram uma grande desvalorização de seus estoques além de ver as vendas despencarem.

Seja parte de algo grande