Fórmula 1: Webber vence o GP da Espanha - Massa chega em 6° e Barrichello em 10°

Na terra do Alonso, quem fez a festa foi o australiano Mark Webber ao vencer com tranqüilidade o GP da Espanha 2010. De tanto o Alonso secar Lewis Hamilton, segundo colocado até a penultimo, o inglês viu o pneu de sua McLaren estourar abrindo caminho para Alonso ocupar o segundo lugar no pódio. Na terceira colocação ficou o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull Racing. O hepta-campeão, Michael Schumacher, conseguiu seu melhor resultado este ano com o quarto lugar. O brasileiro melhor colocado foi Felipe Massa, que completou a corrida em sexto lugar. Rubens Barrichello, que largou em 18° após ter sua classificação prejudicada por uma chuva de pedras ocasionada por Lewis Hamilton e fez quebrar parte da suspensão, conseguiu chegar em nono lugar. Lucas di Grassi completou a corrida na última colocação enquanto Bruno Senna envolveu-se em um acidente logo no início da corrida. Confira uma análise detalhada da corrida com nosso parceiro AutoRacing. Confira o resultado do GP da Espanha 2010: 1 - Mark Webber (AUS/Red Bull Racing - Renault) - 66 voltas em 1h35m44s101 2 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - a 24s065 3 - Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) - a 51s338 4 - Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - a 1m02s195 5 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - a 1m03s728 6 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 1m05s767 7 - Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) - a 1m12s941 8 - Robert Kubica (POL/Renault) - a 1m13s677 9 - Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) - a 1 volta 10 - Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) - a 1 volta 11 - Vitaly Petrov (RUS/Renault) - a 1 volta 12 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - a 1 volta 13 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 1 volta 14 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - a 2 voltas/acidente 15 - Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes) - a 2 voltas 16 - Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth) - a 2 voltas 17 - Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth) - a 3 voltas 18 - Timo Glock (ALE/VRT-Cosworth) - a 3 voltas 19 - Lucas di Grassi (BRA/VRT-Cosworth) - a 4 voltas Não completaram: Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) - a 24 voltas/mecânico Karun Chandhok (IND/Hispania-Cosworth) - a 39 voltas/mecânico Pedro de la Rosa (ESP/Sauber-Ferrari) - a 48 voltas/mecânico Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth) - a 66 voltas/acidente Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth) - a 66 voltas/não largou

Seja parte de algo grande