Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight

Depois do CR-Z, vamos falar como é dirigir um outro híbrido, o Honda Insight. Apesar do mesmo conceito ecológico do CR-Z, o Honda Insight tem outra proposta: ser o carro verde da família. Com um visual diferenciado, com pontos de destaque e outros nem tanto, o modelo possui um excelente acabamento interno, uma vasta lista de itens de série, e assim como o CR-Z, muita tecnologia.
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Clique nas imagens para ver em alta resolução. O Insight, apesar do tamanho, é considerado como um hatch, dispondo de uma bela dianteira e uma traseira diferente, de traço reto, similar ao do CR-Z. De acordo com a marca, este desenho beneficia a aerodinâmica do carro. Na prática, lembra bastante o seu principal concorrente: o Toyota Prius.
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
O modelo é equipado com motor 1.3 litro SOHC i-VTEC e oito válvulas construído com liga de alumínio, que segundo a Honda diz, tem desempenho semelhante ao de um 1.5 litro. A potência deste motor é de 98 cavalos a 5.800 rpm, mas o segredo é o torque de 17 kgfm disponíveis a apenas 1.000 rpm e reforçado aos 1.700 rpm com 8 kgfm provenientes do motor elétrico. Qual carro 2.0 (sem turbo) disponível no mercado oferece um torque de 25 kfgm a apenas 1.700 rpm? Além disso, o motor elétrico também despeja mais 13 cv para ajudar o motor à combustão.
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
A transmissão automática também merece um capítulo à parte: é do tipo CVT, com polias variáveis e pontos marcações virtuais, o que permite ao motorista "cambiar" as sete marchas de forma manual sequencial através de aletas no volante.
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
O interior, como já dissemos, tem um excelente acabamento. O quadro de instrumentos é moderno e em dois níveis (o velocímetro digital ficam separado na parte de cima), mas não tão avançado "visualmente" quanto o do CR-Z. No Insight, o espaço é generoso tanto para quem anda na frente como para os que vão no banco de trás. Aliado a isso, o híbrido ainda dispõe de um bom porta-malas. Na pista O Insight é um carro grande, pesado e equipado com motor 1.3, logo, o que esperar? Bem, espere o melhor. Logo no arrancada o Insight prova que cilindrada do motor não é documento e mostra um apetite considerável pelo seu porte. A condução é muito parecida com a do Honda Civic, justa, direta.
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Diferente do CR-Z, o Insight possui apenas dois tipos de condução: o Normal ou o Econ. No modo normal, o motor à combustão recebe uma ajudinha com o torque do elétrico para o deixar ágil. Logo ao desenvolver velocidade, a sensação é de estar dirigindo um carro com motor mais potente.
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Está parado no trânsito? Não precisa de muita potência? Então é só pressionar o botão Econ no painel para mudar o humor do carro. Ele fica com respostas mais lentas e também faz menos força. Assim que acionamos o modo Econ, o computador toma conta das faixas de aceleração do motor a combustão, liberando-o gradualmente. A relativa "troca de marchas" (virtuais, pois o modelo é CVT) também ganha um ritmo mais lento, tudo priorizando a economia de combustível.
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Com o modo Econ ativado, símbolos em forma de planta são exibidos no painel conferindo uma "nota" ao motorista. Se a forma de condução estiver conveniente (entenda moderada), folhas vão completando a planta até ficarem cheias por completo, situação que exibe um troféu piscando como prêmio.
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Assim como o CR-Z, o Insight também é equipado com o sistema Stop-Start que atua de forma muito sútil. Outra semelhança com o CR-Z: a visibilidade traseira é prejudicada pela coluna transversal da tampa do porta-malas. É necessário um certo tempo para se adaptar com esta visibilidade (foto).
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Em resumo: bom espaço interno, bom acabamento, bom desempenho (mesmo com motor 1.3) e muita tecnologia são os pontos fortes do modelo. O visual é moderno com uma bela dianteira enquanto a traseira com desenho diferenciado (e que não deve agradar a todos) não tira méritos do modelo. Um bom carro para família usar na cidade.
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Atualização: Assim como o CR-Z, a Honda não divulgou os dados de consumo do Insight alegando que o carro não foi homologado com o combustível brasileiro. Apesar disso, os dados de consumo de países onde ele já é vendido, indicam valores entre 26 km/l e 30 km/l.
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight
Na pista: Detalhes e impressões ao dirigir o hídrido Honda Insight

Seja parte de algo grande