Após 37 dias, funcionários da Volkswagen encerram greve no Paraná

Após 37 dias de paralisação, os funcionários da planta paranaense da Volkswagen, sediada em  São José dos Pinhais, deram início às atividades novamente nesta segunda-feira (13). Tida como uma das maiores paradas da história da marca alemã no mundo, a greve gerou prejuízos de aproximadamente R$ 1,1 bilhão e deixou de fabricar cerca de 22.990 veículos dos modelos Fox, CrossFox e Golf. Os metalúrgicos reivindicavam aumento na Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de R$ 12 mil com valor mínimo de R$ 6 mil na primeira parcela. No entanto, a gigante alemã ofereceu apenas 4,6 mil na primeira tentativa de negociação. Nesta sexta-feira (10), porém, a Volks concordou em pagar R$ 11,5 mil, com a primeira parcela de R$ 5,2 mil, e a greve foi encerrada. Por Dyogo Fagundes - Fonte: R7

Seja parte de algo grande