Órgãos realizam força-tarefa para combater o "Pague mais e leve menos" em postos de combustível

Na semana passada, o Jornal da Bandeirantes exibiu uma reportagem onde mostrava a nova tática dos postos de combustíveis: o "Pague mais e leve menos". Como a adulteração de um combustível é perceptível nos carros mais recentes, a moda do cartel de postos é fraudar a bomba de combustível para enganar o consumidor ao exibir uma quantidade de litros a mais do que realmente está sendo entregue.
Órgãos realizam força-tarefa para combater o "Pague mais e leve menos" em postos de combustível
O vídeo da reportagem está disponível somente no site do Jornal da Band - Clique aqui para assistir. A reportagem mostra como postos de combustível fraudam a quantidade de gasolina na hora de encher o tanque e além disso, também mostra que o esquema é antigo e amplamente utilizado. Na hora de comprar um posto, o futuro proprietário já recebe a oferta do dispositivo para desviar gasolina da bomba. O mecanismo é acionado à distância pelo celular. Após essa reportagem, entramos em contato com ANP para pedir explicações sobre a fiscalização deste tipo de fraude e também como um cidadão pode proceder caso desconfie de um posto de combustível. A resposta que recebemos foi a seguinte: A ANP está enviando equipes de fiscalização para os postos citados. Os consumidores podem encaminhar denúncias sobre postos de combustíveis para o Centro de Relações com o Consumidor da ANP, pelo 0800 970 0267 ou em formulário específico na página da ANP (www.anp.gov.br), em Fale com a ANP. Força-tarefa de fiscalização Nesta quarta-feira (16), recebemos o comunicado da assessoria de imprensa da ANP informando que está sendo realizada hoje uma força-tarefa de combate à adulteração de combustíveis e aferição irregular cidade de São Paulo. A operação conta com equipes da Secretaria de Fazenda do estado, ANP, Contru (Departamento de Controle do Uso de Imóveis), Procon, IPEM e Polícia Civil através da Delegacia de Proteção ao Consumidor. No total, mais de 40 equipes de seis órgãos envolvidos estão realizando ações de fiscalização nos postos revendedores de São Paulo.

Seja parte de algo grande