Concessionárias da Chrysler processam governo norte-americano

Em uma ação conjunta, 64 concessionárias da Chrysler que tiveram as operações encerradas durante a crise de 2009 decidiram processar o governo dos Estados Unidos. Elas alegam que houve violação da constituição quando as franquias foram tomadas sem as devidas compensações. A ação marca uma crescente reação contra o governo federal e seu papel durante os pedidos de concordata da Chrysler e General Motors. Em setembro, uma concessionária GM do estado do Mississipi e uma da Chrysler, no estado de Iowa, entraram com ações semelhantes contra o governo, alegando que a quinta emenda afirma que a propriedade privada não pode ser “levada para o uso público sem as justas compensações”. Os 64 autores da ação, que pertencem a 30 estados - incluindo Texas, Califórnia, Nova York e Flórida -, representam 8% das 789 concessionárias que tiveram suas revendas encerradas em 2009. Por: Michelle Sá / Fonte: Autonews

Seja parte de algo grande