Carro-bolha desenvolvido pela GM quer evitar colisões

A General Motors desenvolveu um veículo que dispensa a presença do motorista para ser conduzido. Seu inusitado volante, por exemplo, mais se parece com um joystick de videogame. Apelidado de carro-bolha, o EN-V (abreviação para Electric Networked Vehicle) tem apenas duas rodas e é capaz de atingir 40 km/h. Conforme explicou Tom Brown, do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da GM, o carro-bolha possui um sistema composto por sensores, câmeras e GPS, que detecta aproximação de outros veículos ou obstáculos ao seu redor. Além disso, seus sensores permitem o acionamento do piloto-automático sempre que o mesmo for requisitado.
Carro-bolha desenvolvido pela GM quer evitar colisões
Diferente dos automóveis convencionais, projetados para proteger passageiros e pedestres em caso de colisões, o Electric Networked Vehicle foi feito para evitar colisões. “Ele mais se assemelha às aeronaves, que são desenvolvidas para desviar de alvos que possam resultar em acidentes”, explica Brown. De acordo com a GM, o modelo é visto como uma futura opção de mobilidade urbana. Para a montadora, caso o veículo fosse popularizado, ele poderia custar até 20% do preço de um carro comum. Confira o vídeo de exibição do EN-V. Por: Michelle Sá / Fonte: Olhar Digital

Seja parte de algo grande