PSA Peugeot-Citroën realiza 38% das vendas fora da Europa no 1º semestre

O Grupo PSA Peugeot-Citroën confirmou suas previsões de crescimento fora do mercado europeu. Nos primeiros seis meses do ano, a companhia vendeu 1,86 milhões de unidades – incluindo veículos montados em regime CKD - e avançou 0,2% sobre o mesmo período de 2010. Deste total, 38% foram destinadas para países fora do Velho Continente. Em relação à participação em outros mercados a marca avançou dois pontos percentuais se comparados os primeiros semestres de 2010 e 2009 (35% contra os 33% de 2009). Na verdade, foram os países emergentes que impulsionaram os negócios da PSA, cuja intenção é promover 50% de suas vendas fora do continente europeu já em 2015.
PSA Peugeot-Citroën realiza 38% das vendas fora da Europa no 1º semestre
Se na Europa as vendas recuaram 0,8% por causa da tragédia japonesa e do cancelamento dos incentivos fiscais, em outro países eles avançaram. Na China, onde o grupo aguarda a aprovação do governo local para criar uma joint-venture com o grupo Changan Automotive, os avanços corresponderam a 10,2% - sendo 3,2% com market share. Para a América Latina, entretanto, a estratégia adotada foi outra. A empresa focou em modelos adaptados para os consumidores locais - como foi o caso do Peugeot 408 e do Citroën Aircross – e pôde comemorar alta de 21,7%. O lançamento de automóveis premium foi outra aposta que deu certo e que deverá ser mantida no próximo semestre com a chagada do Peugeot 3008 Hybrid4 (primeiro híbrido diesel) e do Citroën DS5. Por: Michelle Sá / Fonte: Automotive Business

Seja parte de algo grande