Lâmpadas superbrancas chegam para aumentar o alcance dos faróis

O dia da retirada do carro novo da concessionária é algo extraordinário. Por mais que se troque de automóvel a data gera tantas expectativas que muitos não se atêm a determinados detalhes. A intensidade dos faróis dianteiros é um deles. E é aí que começam os problemas. Dirigir à noite em uma auto-estrada, por exemplo, pode se tornar um pesadelo para muitos por conta da fraca iluminação proporcionada pelos faróis. Longe de ser um problema relativo aos veículos novos, a questão vai mais além: os seminovos também podem padecer do mesmo infortúnio. Mas, como para todo mal há uma cura, os donos de carros podem optar pela alteração dos faróis. Se a “solução” será total apenas os valores do investimento é que serão capazes de dizer. Última palavra em iluminação, os kits de xenônio prometiam uma potência duas vezes maior que os modelos convencionais devido ao alcance de seu facho – maior 25% em profundidade e 40% em largura. Se comparado com um farol halógeno, que ilumina até 300 metros, um farol de xenônio tem um alcance de 400 metros sem comprometer a visão de outros motoristas. Mas, o que muitos não esperavam era que, em um curto espaço de tempo, o equipamento tivesse seu uso vetado pelas autoridades. Fabricantes se apressaram para alterar os aspectos elétricos, de cor, fotométricos e de intensidade luminosa requeridos pelas resoluções do Contran. Para não perderem mercado enquanto se adaptavam às novas exigências, eis que surgiram as lâmpadas superbrancas, permitidas por lei e capazes de iluminar muito mais do que as amarelas por oferecerem uma luz mais azulada e temperatura de cor de 5.000k, que não requerem adaptação para serem instaladas.
Lâmpadas superbrancas chegam para aumentar o alcance dos faróis
Os produtos variam de preço e garantia conforme o fabricante. Pesquisado em sites de produtos automobilísticos, o kit da Diamond Vision 5.000k H4 variou de R$ 149,90 a R$ 209 reais. A linha Crystal Vision H4 oscilou entre R$ 132,90 e R$ 120 reais. Já os kits mais baratos custavam de R$ 60 a R$ 90, não se levando em conta região e valor de frete. Por: Michelle Sá / Fonte: Vrum/Quatro Rodas

Seja parte de algo grande