Veloster e Elantra: Ministério Público de MG investiga Hyundai por propaganda enganosa

O Ministério Público de Minas Gerais instaurou uma investigação preliminar sobre possíveis propagandas enganosas da Hyundai-CAOA referente a especificações técnicas anunciadas nos modelos Veloster e Elantra. A investigação foi motivada pela matéria "Hyundai Caoa - Pôneis nascem no navio?" produzida pelos jornalistas Julio Cabral, Marcello Oliveira e Paula Carolina do jornal Estado de Minas e também publicada no site Vrum que relata que consumidores dos dois modelos reclamam da inconsistência de informações entre as publicidades, informações obtidas nas concessionárias e até no site oficial da Hyundai no Brasil.
Veloster e Elantra: Ministério Público de MG investiga Hyundai por propaganda enganosa
A reportagem destaca que alguns consumidores documentaram todas as informações e promessas de itens e especificações dos carros no momento da reserva, mas na hora de pegar as chaves, a empresa entregou um produto inferior ao vendido. No caso do Elantra, comercial de TV diz que o modelo possui 160 cavalos de potência, quando na verdade, a nota fiscal vem com potência nominal de 148 cavalos. Já o Veloster é anunciado com 140 cavalos de potência, a mesma dos motores com injeção direta de combustível, no entanto, a versão comercializada no Brasil não conta com tal tecnologia, e possivelmente, potência inferior (128 cv). Até mesmo o programa Auto Esporte da TV Globo, que veiculou uma reportagem definida com "ação comercial" do Hyundai Veloster deixou claro (a pedido da empresa) que o Veloster era equipado com injeção direta de combustível. Vamos acompanhar o desfecho deste caso. Fonte: Estado de Minas / Vrum

Seja parte de algo grande