Crise sueca: fornecedores boicotam Saab por falta de pagamento.

A Saab suspendeu temporariamente a produção de veículos em sua unidade de Trollhättan, na Suécia. A parada se deve à falta do fornecimento de peças, por conta do não-pagamento aos fornecedores. Com situação financeira limitada, a fabricante afirmou esperar resolver o problema em um curto espaço de tempo para, então, retomar a produção dos modelos 9-5, 9-3 e da SportKombi Station Wagon. Segundo a holandesa Spyker, que adquiriu a marca sueca em 2010, a ausência de pagamentos se justifica por razões de valores, uma vez que a companhia não chegou a um acordo sobre preços e condições para o fornecimento dos equipamentos. Analistas questionaram a situação financeira da montadora que, recentemente, vendeu sua unidade automotiva CPP e anunciou uma perda de 200 milhões de dólares no ano passado. Para apimentar as discussões, o problema ocorreu logo após a saída, sem qualquer aviso prévio, do CEO da empresa, Jan-Ake Jonsson. Para o cargo vago, a montadora destinou, temporariamente, Victor Muller – CEO da Spyker Car, que também responderá como chefe executivo da marca. Por: Michelle Sá / Fonte: Autoblog

Seja parte de algo grande