Avaliação: Toyota Corolla 1.8 Dual VVTi GLi 2011

A linha 2012 do campeão de vendas do concorrido segmento dos sedans médios no Brasil, o Toyota Corolla, trouxe algumas novidades estéticas para deixar o modelo no topo da preferência dos brasileiros por mais um tempo. Afinal, não faltam concorrentes em nosso mercado, entre eles podemos destacar o principal rival, o New Civic, - que em breve receberá um profundo face-lift , o novo VW Jetta, o acertado Renault Fluence, o esquecido Peugeot 408 e o Hyundai Elantra, que chega em breve ao mercado.
Avaliação: Toyota Corolla 1.8 Dual VVTi GLi 2011
Como em time que está ganhando não se mexe, a Toyota fez apenas pequenas mudanças estéticas no sedan, sem alterar muito o visual conservador do Corolla. O sedan ganhou novos para-choques dianteiro e traseiro, uma nova grade dianteira e na parte traseira foram adicionadas novas lanternas, com uma nova disposição da iluminação. As versões XEi e Altis tem lanternas com lâmpadas de LED e novas rodas de liga leve.
Avaliação: Toyota Corolla 1.8 Dual VVTi GLi 2011
As tímidas mudanças aplicadas na carroceria continuam na parte interna. O Toyota Corolla GLi tem um acabamento bem simples com plásticos mais rígidos e algumas falhas de encaixe, observado nos comandos do som do volante, que estavam desnivelados com o centro da buzina. A linha 2012 também ganhou novo revestimento nos bancos e novas cores no painel, que vem em dois tons de cinza, mais claro na parte inferior e mais escuro na parte superior. A posição de dirigir é fácil de achar graças às regulagens de altura e profundidade do banco e volante, porém o conforto é prejudicado pelo banco é um pouco duro, o que cansa em viagens mais longas, mas não chega a incomodar no dia-a-dia.
Avaliação: Toyota Corolla 1.8 Dual VVTi GLi 2011
O Toyota Corolla GLi, versão avaliada, vem com muitos itens de série. Entre eles estão o sistema de áudio com conexão auxiliar e travamento automático das portas quando a velocidade do carro ultrapassa os 20Km/h, direção eletricamente assistida, alarme com acionamento na chave, volante ajustável em altura e distância, rádio/toca-CDs com MP3, comandos do sistema de som e do computador de bordo no volante, air-bags frontais, ar-condicionado automático, comando interno para abertura do tanque de combustível e porta-malas e controle elétrico dos vidros com função um - toque, travas e retrovisores elétricos. Completam a lista os freios ABS, iluminação do painel Optitron, retrovisores com recolhimento elétrico, banco traseiro bipartido na proporção 60/40 e rodas de alumínio de 16 polegadas.
Avaliação: Toyota Corolla 1.8 Dual VVTi GLi 2011
Outra novidade na linha 2012 do Corolla fica por conta do motor, que recebeu várias melhorias, visando o desempenho e a economia de combustível. O propulsor 1.8 Flex passa a contar com a nova tecnologia Dual VVT-i, com comando de válvulas variável também para o sistema de escape, que teve como conseqüência o aumento da taxa de compressão de 10:1 para 12:1 com a utilização de velas de irídio e tuchos hidráulicos. Com essa nova configuração, o motor teve sua potência aumentada e passa a entregar 144 cv quando abastecido somente com etanol.
Avaliação: Toyota Corolla 1.8 Dual VVTi GLi 2011
Segundo a montadora esses números representam um aumento de 6% na potência. Além da cavalaria aumentada, o torque também foi melhorado, passando de 17,3 mkgf@4.200 rpm para 18 mkgf@4.400 rpm (gasolina) e de 17,5 mkgf@4.200 rpm para 18,6 mkgf@4.800 rpm (álcool). Em termos de consumo, o modelo fez uma média de 6,7 Km/l com etanol, sempre rodando na cidade e com o ar-condicionado ligado o tempo todo. Ao completar apenas 220 quilômetros rodados com o Corolla durante a avaliação, o tanque chegou exatamente na metade.
Avaliação: Toyota Corolla 1.8 Dual VVTi GLi 2011
O modelo avaliado estava equipado com o novo câmbio manual de seis velocidades, com a sexta marcha mais longa, o que permite ao motor trabalhar em baixas rotações a uma velocidade de cruzeiro de 120 Km/h sem perder potência. As outras marchas se mantiveram como no cambio de cinco marchas, com trocas curtas e macias. A aceleração de 0 a 100 Km/h é feita em 12,2 segundos e sua retomada de 60 a 100 km/h é de 8,4 segundos. O Corolla GLi 2012 tem o preço inicial de R$ 67.070 com câmbio manual de seis marchas e chega a R$ 70.570 reais no modelo com câmbio automático.
Avaliação: Toyota Corolla 1.8 Dual VVTi GLi 2011
Em resumo, com exceção da parte mecânica que evoluiu consideravelmente, a Toyota mexeu pouco no visual. Os menos atentos nem perceberão as mudanças, mas mesmo sendo "leves", foram suficientes para dar uma revitalizada no modelo. Até agora continua líder do segmento, mas fortes concorrentes estão chegando com design mais ousado e mais tecnologia. Vamos ver como este jogo seguirá em breve.
Avaliação: Toyota Corolla 1.8 Dual VVTi GLi 2011
*FICHA TÉCNICA MOTOR - transversal, 4 cilindros em linha; comando no cabeçote, 4 válvulas por cilindro. Diâmetro e curso: 80,5 x 88,3 mm. Cilindrada: 1.798 cm3. Taxa de compressão: 12:1. Injeção multiponto sequencial. Potência máxima: 139 cv (gas.) e 144 cv (álc.) a 6.000 rpm. Torque máximo: 18 m.kgf a 4.400 rpm (gas.) e 18,6 m.kgf a 4,800 rpm (álc.). CÂMBIO - manual, 6 marchas, ou automático, 4 marchas; tração dianteira. FREIOS - dianteiros a disco ventilado; traseiros a disco; antitravamento (ABS). DIREÇÃO - de pinhão e cremalheira; assistência elétrica. SUSPENSÃO - dianteira, independente McPherson; traseira, eixo de torção. RODAS - 6 x 16 pol; pneus, 205/55 R 16. DIMENSÕES - comprimento, 4,54 m; largura, 1,76 m; altura, 1,48 m; entre-eixos, 2,60 m; capacidade do tanque, 60 l; porta-malas, 470 l; peso, 1.245 kg (manual) e 1.255 kg (automático) *Dados do fabricante Galeria de Fotos: Toyota Corolla GLi 1.8 Dual VVTi 2011 Texto e Fotos: Marcus Lauria

Seja parte de algo grande