Mostrado no Salão de Paris em 2016, ele começa a chegar aos compradores em fevereiro

Um carro japonês fabricado na França? Este é um dos efeitos da aliança entre Renault e Nissan. O Micra, ou March para os brasileiros, começa a sair da planta francesa de Flins para abastecer o mercado europeu com a nova geração do hatch, que foi uma das principais sensações do Salão de Paris em 2016. 

Com entregas programadas para o meio de fevereiro, os europeus terão um hatch totalmente diferente do que conhecemos por aqui. A quinta geração ficou maior, mais moderna e segura. - até que lembra o Kicks em muitos pontos, concordam? Ele usa a plataforma V, já usada nos atuais March, Versa e Kicks, mas modificada para ser mais larga e rígida, atendendo às novas exigências do mercado de hatchbacks, principalmente na Europa. A nova plataforma para modelos compactos, a CMF-B, estreará apenas no Juke de segunda geração. E talvez também no Duster.

Leia também:

"Nós elevamos o segmentos de hatches de entrada para outro nível na Europa, focando no que os consumidores realmente querem hoje e esperam para amanhã. O novo Nissan Micra é um carro excepcional, caracterizado pelo design expressivo, interior espaçoso e uma condução prazerosa", disse Paul Willcox, presidente da Nissan Europa.

Por lá, ele chega recheado de equipamentos de segurança, como freios automáticos de emergência, aviso de mudança de faixas, detector de ponto cego e o mesmo sistema de câmeras 360º que equipa o Kicks no Brasil. No mercado europeu, usará motor 0.9 turbo de 3 cilindros e 90 cv e 1.5 turbodiesel com a mesma potência. O 1.0 aspirado de 3 cilindros chegará em seguida, provavelmente o SCe que conhecemos no Brasil, mas só a gasolina.

Para o Brasil, nada se fala sobre ele. Seria uma ótima opção para brigar em um mercado forte para os de hatchbacks compactos, como Hyundai HB20, Chevrolet Onix, Peugeot 208 e o futuro Fiat X6H. 

Veja o nosso vídeo mostrando o Nissan Micra no Salão de Paris:

 Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande