Equipe italiana apresentou versão definitiva da Desmosedici GP17, moto com a qual Jorge Lorenzo estreia no time nesta temporada

Um dia após a Yamaha apresentar oficialmente a versão 2017 da M1, foi a vez de a Ducati revelar ao mundo as cores da Desmosedici GP17, moto com a qual Jorge Lorenzo estreia na equipe italiana. Nesta sexta-feira (20), o time de Borgo Panigale mostrou tanto a moto quando o piloto, que apareceu pela primeira vez com o macacão nas cores do time italiano. Desde 2008, quando estreou na MotoGP, o espanhol representou apenas a Yamaha.

A GP17 será a primeira moto da Ducati sem as asas desde 2014 - os italianos foram pioneiros no uso das aletas, em 2015, mas a MotoGP baniu os aparatos aerodinâmicos para esta temporada.

Lorenzo, que se junta a Andrea Dovizioso na equipe, destacou que, mesmo com pouco tempo de casa, já vê a mudança para a Ducati como positiva.

“Para mim, foi um tanto quanto chocante", disse o espanhol sobre o primeiro contato com a Ducati. "Mas a verdade é que foi uma grande mudança no sentido positivo. A estabilidade desta moto é incrível. A dirigibilidade é inigualável. É potente e parece uma moto nervosa, mas não é. É fácil manter o controle, tanto nas retas quanto nas curvas, uma surpresa agradável", afirmou.

Lorenzo e Dovizioso estarão em ação novamente no dia 30 de janeiro, quando terão início os testes de pré-temporada em Sepang. Casey Stoner e Michele Pirro, pilotos de teste da Ducati, farão sessões privadas no circuito malaio entre os dias 25 e 27 de janeiro.

Leia também:

Fotos: divulgação

Confira as imagens da Desmosedici GP17:

Seja parte de algo grande