Supercarro foi do guitarrista britânico de 2000 a 2003. Dono atual quer 925 mil libras esterlinas, o equivalente a US$ 1,1 milhão

Se você perguntar a qualquer fã de Ferrari qual é o modelo mais icônico da marca, certamente ouvirá de muitos que foi o F40. Não apenas por seu motor V8 3.0 biturbo de 478 cv, uma enormidade para a década de 1990, ou por ele celebrar os 40 anos da marca, mas também porque ele foi o último que contou com a bênção de Enzo Ferrari. Imagine se uma das 1.311 unidades fosse colocada à venda hoje... Mais: imagine se ela tivesse sido de alguém famoso, como Eric Clapton. Pois foi exatamente isso que aconteceu lá na GVE, de Londres. Ela está com o F40 que foi de Clapton de 2000 a 2003.

 

 

O supercarro está em estado de novo, mas o dono quer "apenas" 925 mil libras esterlinas por ele. É o equivalente a US$ 1,1 milhão, mas especialistas dizem que um modelo como este pode passar fácil de US$ 1,7 milhão. Sorte de quem tiver o suficiente tanto para levar o modelo para casa quanto para fazer o que parece ser um excelente negócio. Veja abaixo o processo de detalhamento do veículo, que tem apenas 10.881 km rodados.

 

 

Nenhum brasileiro, por mais rico que fosse, poderia trazer o F40 para cá. Ele foi fabricado em 1991 e só é possível importar veículos usados com mais de 30 anos para território nacional. Não que alguém com 925 mil libras esterlinas não tivesse algum canto para guardar a preciosidade lá fora até o prazo vencer, em 2021, mas é mais fácil as nossas raridades serem vendidas ao exterior do que alguma beleza dessas vir para o Brasil, como os carros de Cidão Diniz infelizmente mostraram há alguns meses.

Leia também:

Fotos: GVE/divulgação

Seja parte de algo grande