Sedã ou crossover? Com preços similares, veja qual modelo levar para casa

Depois do "Briga em Casa" entre Ford Fiesta e Focus, o embate desta semana subiu um degrau e agora será entre dois modelos premium. De um lado o consagrado sedã médio Mercedes-Benz C 180 Flex e de outro o crossover GLA 200 Flex. Ambos já são montados no Brasil e possuem o mesmo conjunto mecânico, mas atendem a públicos bem distintos na hora de fechar a compra. Confira a nossa análise com as vantagens e desvantagens de cada um deles:

Mercedes C180 Flex

Compre um Classe C se...

  • prefere melhor acabamento: mesmo nesta versão de entrada, o Classe C se destaca pelo acabamento esmerado, com bancos em couro e apliques em metal, conferindo ótima percepção de qualidade na cabine e fazendo jus ao título de sedã premium;
Mercedes C180 Flex
  • prefere mais espaço interno: feito sobre uma plataforma maior que a do GLA (que usa a mesma base compacta dos modelos A e CLA), o sedã tem interior mais amplo, oferecendo conforto extra;
  • porta-malas: como um carro médio, o porta-malas é ligeiramente maior que o do SUV: são 480 litros contra 421 litros.
Mercedes C180 Flex
  • prefere estilo clássico: o Classe C tende a um público mais conversador, por seu estilo clássico com linhas tradicionais e elegantes, que ainda assim demoram a envelhecer.
Mercedes GLA200

Compre um GLA se...

  • prefere mais versatilidade: apesar da cabine menos espaçosa e do porta-malas menor, o formato de dois volumes torna o carro mais versátil, dependendo da necessidade de carregar volumes maiores;
Mercedes GLA200
  • prefere praticidade no uso urbano: menor que o sedã, o crossover é mais prático no trânsito diário e ainda leva vantagem por trazer sensores de estacionamento dianteiro e traseiro (que fazem falta no sedã), além da maior altura de rodagem, preferível em pisos ruins.  
  • prefere visual mais esportivo: se o sedã aposta no clássico, o crossover é praticamente um hatchback mais alto e acaba mirando um público diferente: mais jovem e composto também pelas mulheres. 
Mercedes GLA200

Conclusão:

Situados na mesma faixa de preço, ambos os modelos utilizam o mesmo conjunto mecânico e têm até peso na mesma faixa. Com isto, o desempenho da dupla também se equivale. As diferenças ficam por conta do nível de refinamento interno (maior no sedã) e de estilos, tanto no visual, quanto na dirigibilidade: se o GLA é mais prático e fácil de dirigir na cidade, o Classe C vem com tração traseira e condução mais apurada e precisa, principalmente na estrada.

Fichas técnicas:

  Mercedes Classe C 180 ff Avantgarde

Mercedes GLA 200 Advance DCT

MOTOR dianteiro, longitudinal, 4 cilindros, flex, injeção direta, turbo, 1.595 cm3 dianteiro, longitudinal, 4 cilindros, flex, injeção direta, turbo, 1.595 cm3
POTÊNCIA/TORQUE 156 cv a 5.300 rpm / 25,5 kgfm a 1.250 rpm 156 cv a 5.300 rpm / 25,5 kgfm a 1.250 rpm
TRANSMISSÃO automática com modo manual de 7 marchas automática com modo manual de 7 marchas
SUSPENSÃO dianteira: independente com braços sobrepostos; traseira: independente multlink dianteira: independente McPherson; traseira: independente multlink
RODAS E PNEUS 225/45 R17  235/50 R18
FREIOS discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS
PESO 1.425 kg 1.435 kg
DIMENSÕES comprimento 4.686 mm, largura 1.810 mm, entre-eixos 2.840 mm, altura 1.442 mm  comprimento 4.417, largura 1.804, entre-eixos 2.699 mm, altura 1.494 mm 
PORTA-MALAS  480 litros  421 litros
PREÇO  R$ 166.900  R$ 163.900

 Desempenho (dados de fábrica)

Aceleração Mercedes Classe C 180 Avantgarde Mercedes GLA Advance DCT
0 a 60 km/h  -  -
0 a 80 km/h  -  -
0 a 100 km/h  8,5 s  8,1 s
 Retomada    
40 a 100 km/h  -  -
80 a 120 km/h   -  -
Frenagem    
100 km/h a 0  -  -
80 km/h a 0  -  -
60 km/h a 0  -  -
Consumo    
Ciclo cidade  10,9 km/l (gasolina), N/D (etanol)  7,0 km/l (etanol), 10,0 km/l (gasolina)
Ciclo estrada  15,9 km/l (gasolina), N/D (etanol)  8,6 km/l (etanol), 12,7 km/l (gasolina)

Leia também:

Fotos: divulgação/arquivo - Motor1.com

 

Seja parte de algo grande