PSA tem com meta inicial produzir 100 mil carros por ano no país

Como a imprensa já vinha antecipando desde ontem, a Peugeot-Citroën anunciou nesta quarta-feira (25) a assinatura de um acordo de joint venture com a empresa local CK Birla Groups para produzir e vender carros e componentes na Índia a partir de 2020. 

Crucial para a PSA, a Índia figura entre os cinco maiores mercados automotivos do mundo, com expectativa de chegar a 5 milhões de unidades em 2020, ano em que a operação do grupo terá início. Apesar do anúncio, a PSA não detalhou quais marcas estariam presentes no país asiático, mas a imprensa local aposta forte em uma operação focada na Peugeot. 

Peugeot 309

Junto com o anúncio da produção local, a PSA também disse que irá investir aproximadamente 100 milhões de euros para a fabricação de veículos e motores na planta de Tamil Nadu. A capacidade inicial será de 100 mil unidades por ano, com crescimento gradual nos anos seguintes. 

Esta é a terceira vez que a Peugeot marca presença na Índia. Na participação mais recente, a francesa produziu e vendeu o Peugeot 309 em parceria com a Premier Automobiles. Em 2011, a PSA anunciou um investimento de 600 milhões de euros para construir uma fábrica no país, mas a crise europeia forçou a empresa a cancelar o projeto.

Peugeot 308 Sedan

De acordo com a consultoria IHS, a Índia deve encerrar 2017 com 3,8 milhões de veículos de passageiros, superando a Alemanha (estimativa de 3,64 milhões) e assumindo a quarta posição no ranking global. Segundo o estudo, o avanço do mercado é sustentado pelo crescimento do PIB, amplo financiamento, desemprego em queda e aumento no nível de confiança do consumidor.

Fotos: divulgação

 

Seja parte de algo grande