Problemas envolvem bomba de refrigeração, airbags e pré-tensionadores dos cintos de segurança

Audi e Volkswagen anunciam nesta semana a realização de três recalls envolvendo aproximadamente 582.822 veículos. Convocados por enquanto apenas nos Estados Unidos (o anúncio em outros mercados ainda pode acontecer), os chamados têm relação com três problemas: bomba de refrigeração, airbags e pré-tensionadores dos cintos de segurança.

Leia também:

Na primeira convocação, 342.867 veículos da Audi estão sendo chamados de volta às lojas para reparar uma falha identificada no funcionamento da bomba de refrigeração. Há risco de superaquecimento e consequente incêndio, com danos graves ao motorista e terceiros. A falha afeta sempre modelos equipados com motor 2.0 turbo a gasolina.

 

2016 Volkswagen Tiguan

 

No segundo chamado, 234.054 unidades do SUV Q5 (fabricação de 2011 a 2017) serão verificadas para solução de um eventual falha identificada no mecanismo que aciona o airbag lateral. Problemas no sistema de drenagem do teto solar podem ocasionar vazamento de água para a caixa do componente, gerando corrosão. Dependendo do caso, a peça que aciona a bolsa de ar será substituída.

No último, Audi e Volkswagen juntas convocam 5.901 veículos por falhas identificadas nos airbags e pré-tensionadores dos cintos de segurança. Segundo informado, algumas peças podem não atender às especificações de fábrica e funcionar de maneira inadequada em caso de acidentes.

Recall 1:

  • Audi A5 (2013-2017)
  • Audi A5 Cabriolet
  • Audi Q5 (2013-2017)
  • Audi Allroad (2013-2016)
  • Audi A4 (2013-2015)
  • Audi A6 (2012-2015)

Recall 2:

  • Audi Q5 (2011-2017)

Recall 3 (airbags defeituosos):

  • Audi A4 (2017)
  • Audi A6 (2017)
  • Audi A7 (2017)
  • Volkswagen Golf (2017)
  • Volkswagen Tiguan (2017)
  • Volkswagen e-Golf (2016)

Recall 3 (pré-tesnsinadores):

  • Audi A4 (2017)
  • Audi Allroad (2017)
  • Audi Q7 (2017)
  • Audi Q5 (2018)

Fotos: divulgação 

Seja parte de algo grande