Registro de patentes revela projeto para dispositivo de segurança inédito em motocicletas

Cada vez mais presente entre os automóveis, o sistema de frenagem autônoma vai chegar às motocicletas em breve. Prova disso é o novo pedido de patente publicado pelo Escritório de Marcas e Patentes dos EUA, comprovando que a Honda está trabalhando no desenvolvimento do dispositivo.  

Leia também:

Embora ainda seja raro nos modelos da marca aqui no Brasil, o dispositivo chamado de "Collision Mitigation Braking System"  consiste na operação independente do freio dianteiro e traseiro, controlada por um sistema automatizado para evitar o travamento das rodas e mitigar a colisão.

Honda sistema de frenagem

 

Assim como nos automóveis, o sistema funciona calculando a possibilidade de impacto com um veículo ou objeto à frente, usando um sensor posicionado na dianteira. Caso seja detectada uma colisão iminente, o sistema verifica se o piloto já identificou a situação começando a frear. Se isso acontecer, o sistema apenas irá aumentar a pressão de frenagem, mantendo a mesma proporção na dianteira e traseira.

Agora se o piloto não tiver acionado o freio, o sistema primeiro aciona o freio traseiro para evitar o efeito mergulho. O algoritmo calcula então o coeficiente de atrito da superfície da estrada antes de determinar os limites de frenagem (dianteira/traseira).

 

 

Recentemente, a Honda revelou um sistema que não deixa a moto cair no chão. No futuro, ele também estará presente nos modelos da marca. Só podemos imaginar que os dois dispositivos serão usados em conjunto, evitando que a moto caia em frenagens de emergência às quais o piloto não esteja atento. Aliados, eles certamente vão mudar o jeito de pilotar motos, elevando consideravelmente o nível de segurança.  

Fotos: reprodução

Seja parte de algo grande