A Playboy Automobile Company viveu por pouco tempo antes de dar origem à revista com o mesmo nome

O lendário fundador e editor-chefe da revista Playboy, Hugh Hefner, faleceu nesta quarta-feira (27) aos 91 anos. Hef pode não ser conhecido como entusiasta dos automóveis, mas muito de sua vida foi cercada e marcada por carros bem incomuns. Muitas pessoas, inclusive, não sabem que o nome de seu famoso império foi inspirado em uma fabricante (que fechou as portas em quatro anos), segundo a história.

A Playboy Automobile Company foi fundada em Buffalo, no estado norte-americano de Nova York, em 1947. Apesar de não ter chegado nem perto do sucesso obtido pelas outras fabricantes dos EUA, a pequena e respeitável montadora construiu alguns carros antes de falir em 1951.

Um total de 97 carros foi produzido entre 1947 e 1951, sendo o primeiro e mais notável o Continental. Sob o capô estava o motor de quatro cilindros que gerava 39 cv e levava o carro a 121 km/h (pelo menos, é o que dizia o material de divulgação). Com entre-eixos de somente 2,28 metros e comprimento total de 3,96 m, era um carro pequeno - ao contrário da revista lançada depois.

 


A Revista Playboy foi fundada em 1953. Dizem que o nome veio de um funcionário da Playboy Automobile Company, uma sugestão ao amigo do filho que batizasse sua nova revista de "Playboy". Este amigo era Hugh Hefner.

Assim como a fabricante que a batizou, a revista colocou sua mira no público masculino. A marca de lifestyle para homens era uma das primeiras - mas não mostrava apenas mulheres bonitas. Carros eram parte integral da personalidade da Playboy, especialmente no prêmio Coelhinha do Ano, que acontecia anualmente desde a metade dos anos 1960.

A primeira Coelhinha do Ano foi Lisa Winters, em 1953. Mas foi só em 1954 que a empresa passou a premiar as vencedoras com um carro. Donna Michelle foi a primeira a receber um veículo, após vencer a disputa em 1964 - ganhou um chamativo Ford Mustang 1964 pintado de rosa claro, com motor V8 (na foto abaixo).

1964 Playmate Car Of The Year


O prêmio continuou anualmente desde então e variou bastante, desde um estranho Lamborghini Countach Roadster, entregue à India Allen em 1988, até o Eagle Talon - nosso Mitsubishi Eclipse - (no canto superior esquerdo da imagem abaixo) de Julie Lynn Cialini, em 1995. A vencedora mais recente é Eugena Washington, em 2016, que levou para casa o novo Fiat 124 Spider. Outros carros bem únicos foram o Mazda 6 em 2009, o Shelby Series 1 em 1998 (abaixo, no canto direito inferior), o Volvo P1800 rosa em 1973 (abaixo, no canto superior direito), e o Plymouth Barracuda em 1967 (no canto inferior esquerdo).

Playmate Of The Year Cars
Playmate Of The Year Cars
Playmate Of The Year Cars
Playmate Of The Year Cars

Além das Coelhinhas do Ano, Hef também era conhecido por sua coleção impressionante. A Mansão da Playboy volta e meia era fotografada com uma limousine Mercedes-Benz 600 Pullman parada em frente, normalmente ao lado da primeira geração do Maserati Ghibli ou um Mercedes-Benz 300 SL conversível, ou ambos.

Além do Coelhinha do Ano, o prêmio de Carro do Ano da revista - que já teve vencedores como Porsche 911 Carrera GTS em 2015 e Jaguar F-Type em 2014 - e seu grande envolvimento no automobilismo transformou a revista, e Hefener, numa grande influência no mundo automotivo.

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande