Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos

Nada como um belo dia, sem nuvens de chuva por perto, para andar em um conversível, de muito estilo que carrega em sua bagagem uma história de sucesso desconhecida por grande parte dos brasileiros. Estamos falando do Chamonix Spyder 550-S.
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
Pilotar este esportivo, que pesa pouco mais de 680 kg é pura diversão. A posição de guiar é muito próxima de um carro de corrida, onde as pernas ficam praticamente esticadas e que com a posição do volante e a manopla do câmbio bem posicionadas, facilitam a dirigibilidade.
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
Construído com chassi tubular, carroceria em fibra de vidro e suspensão traseira independente própria com eixo de Dedion, o 550-S se comporta muito bem em velocidades altas, com uma ótima estabilidade tanto nas retas quanto nas curvas.
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
Sua motorização é o 1.8 Flex VW de 115 CV, mecânica é simples e convencional e de fácil manutenção. Este motor torna o Spyder o primeiro esportivo nacional conversível TotalFlex. O câmbio é o mesmo do VW Gol, manual de 5 velocidades. Foram instalados freios a disco nas 4 rodas, o que proporciona maior segurança para conter este esportivo.
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
Este exemplar que pilotamos é a Edição Limitada do modelo 550-S, que traz como exclusividade o tom laranja e outros detalhes diferentes da versão convencional, como rodas aro 15” escurecidas, acabamento do vidro, retrovisor, grelha traseira e santo-antônio pintados na cor grafite, sendo que na versão convencional estes itens são cromados.
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
O interior também é diferente da versão normal ao trazer nova forração dos bancos, novo carpete com costuras em laranja, volante e manoplas esportivas pintadas em grafite. A parte de instrumentos é simples, mas possui tudo o que o motorista necessita como: velocímetro, conta giros, temperatura do motor e marcador de combustível, todos imitando o mesmo grafismo de como era na época.
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
A Chamonix é uma empresa brasileira criada em 1987 por Milton Masteguin, fundador da Puma Veículos, Newton Masteguin e por Chuck Beck, renomado engenheiro automobilístico norte-americano.
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
Os carros esportivos da Chamonix são vendidos em diversos países da Europa, Ásia, Oriente Médio e Estados Unidos. Curiosamente, a Chamonix é uma empresa brasileira que é mais conhecida no exterior do que no Brasil.
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
Para saber mais sobre a Chamonix, clique aqui para visitar o site da empresa.
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
Este exemplar, um Chamonix Spyder 550-S Edição Limitada custa R$ 73 mil. Já para a versão normal o valor é de R$ 69.100.
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
Chamonix Spyder 550 S - Pilotando o primeiro esportivo conversível brasileiro Flex - Veja fotos
Fotos e texto do nosso amigo Fernando A. De Gennaro

Seja parte de algo grande