Crise chega à Fórmula 1 - Honda anuncia oficialmente sua saída da F-1 em 2009

A Honda anunciou oficialmente que não irá disputar a temporada 2009 de Fórmula 1. A marca informa que a decisão foi tomada devido aos elevados custos de sua equipe causados pela crise financeira mundial. Segundo o presidente da companhia, Takeo Fukui, "a incerteza a curto prazo que cerca o panorama econômico global segue crescendo e esperamos que leve um certo tempo para nos recuperar".
Crise chega à Fórmula 1 - Honda anuncia oficialmente sua saída da F-1 em 2009
O executivo também informa que a escudeira está à venda. Segundo a agência japonesa de notícias "Kyodo", a Honda investia mais de US$ 541,4 milhões (R$ 1,4 bilhão) na escuderia. Com o agravo da crise financeira, alguns acionistas começaram a pressionar a Honda para que se retirasse da categoria. Existem rumores de que até a equipe de motociclismo corre risco de ser fechada ou vendida. Com a saída da Honda da Fórmula, o piloto brasileiro Rubens Barrichelo juntamente com o inglês Jason Button ficam sem escuderia para correr em 2009. Outros dois brasileiros, Bruno Senna e Lucas di Grassi, que faziam testes para tentar conseguir uma vaga na equipe também acabam sendo prejudicados com a decisão.

Compare preços e encontre ofertas de: Honda Civic, Honda Fit, Vectra GT, Peugeot 307, Audi A3, Fiat Stilo, Chevrolet Astra, Renault Megane, Nissan Tiida

Seja parte de algo grande

Crise chega à Fórmula 1 - Honda anuncia oficialmente sua saída da F-1 em 2009

Foto de: Fábio Trindade