Voz do Dono: Leitor consegue consumo de 11,5 km/litro na cidade com seu Honda Civic SI

A seção Voz do Dono deste domingo (27) traz detalhes sobre a performance do esportivo Honda Civic SI. O leitor Manoel Nunes, de Brasília, fala sobre o desempenho do modelo e como consegue registrar consumo de 11,5 km/litro na cidade. Confira.

Voz do Dono: Civic SI por Manoel Nunes

Sou proprietário de um Civic SI 2008 (preto) e venho compartilhar minhas impressões sobre o carro perante os leitores que tenham interesse em adquirir o modelo ou curiosidade sobre os seus principais aspectos. O principal destaque é proposta esportiva. Com motor 2.0 16V de 195 cv (3 cv adicionais, pois só uso a gasolina Podium da Petrobrás), o desempenho do carro impressiona, fazendo 0 a 100 km/h em menos de 8s. Quanto à velocidade máxima, embora em viagens eu dirija a mais ou menos 160 km/h, velocidade que considero mais que suficiente, em algumas ultrapassagens o carro aproxima-se facilmente dos 200 km/h (lembrando que o SI é limitado eletronicamente a 215 km/h). Para acompanhar esse alto desempenho (a nível de Brasil, claro, pois no exterior há muitos carros mais potentes), a Honda efetuou alguns ajustes no carro comparativamente às versões LXS e EXS: suspensão mais rígida, controle de estabilidade e tração, rodas 17’’ calçadas em pneus 215/45 e direção elétrica, o que também tornou o carro muito mais “no chão” nas curvas. O excelente desempenho do carro é obtido graças ao sistema i-VTEC (sistema de variação de abertura e levantamento de válvulas), de comando único nas demais versões e duplo no SI. Esse sistema passa a atuar a partir de 6.100 RPM e vai até 8.400 RPM (rotação de corte do motor) e o motorista é empurrado contra o banco, numa sensação muito parecida com o turbo. Apesar do torque máximo de 19,2 m.kgf, aparentemente baixo em comparação, por exemplo, ao Punto T-JET, o SI é absurdamente rápido. Como eu relatei acima, basta ver que o carro acelera de 0 a 100 km/h em menos de 8s e atinge facilmente 200 km/h. O consumo, para mim, foi a maior surpresa do carro. Venho obtendo tranquilamente média de 11,5 km/litro na cidade. Apesar de eu gostar de andar rápido (os 195 cv estão aí para serem usados, não é mesmo?), os seguintes fatores contribuem para essa média: moro em Brasília, cidade de longas retas e sem muitos semáforos (pelo menos no meu bairro); raramente pego trânsito em razão do meu horário de trabalho; câmbio de 6 marchas, cujas 5 primeiras são bastante curtas e a 6ª marcha é muito longa, fazendo o carro ficar com giro muito baixo e privilegiando o consumo. Resumindo, eu consigo ter 3 carros em 1: até 6.100 RPM e entre 1ª e 5ª marchas tenho em mãos um ótimo 2.0 16V; após os 6.100 RPM possuo um carro esportivo e, em 6ª marcha, tenho um carro que obtém excelentes médias de consumo. Outro fator positivo é o custo de manutenção, pois paguei R$ 110,00 na revisão de 10.000 km e R$ 180,00 na de 20.000 km. O seguro também saiu muito barato... Tenho 26 anos, sou solteiro, e incluí no seguro o meu irmão, que tem menos de 25 anos. Ainda assim, paguei apenas R$ 2.400,00. Apesar de o SI ser maravilhoso, obviamente também há aspectos negativos e que devem ser expostos. O carro não tem muitos “mimos”, tais como sensor de estacionamento (absurdo), computador de bordo (muito simples), air bags laterais (falha corrigida no modelo 2009), sistema one touch nos quatro vidros e no chaveiro, entrada USB e Bluetooth. A pintura é muito frágil. Segundo a Honda, é utilizada uma tinta “ecológica”, à base de água. Eu aprovo essas atitudes de proteção à natureza, mas a pintura do Civic pode ser comparada a uma casca de ovo. O isolamento acústico também deixa a desejar. Como conclusão, para os que desejam um carro nacional esportivo e que custe R$ 90.000,00, trata-se de ótima opção. Tenho consciência de que o valor é caro, mas o SI certamente é apenas mais um carro dentre tantos no Brasil (senão todos) que custam um absurdo perto dos preços praticados no exterior. Então, antes de atirarem a primeira pedra por ter gente como eu que paga R$ 90.000,00 em um Civic, lembrem-se que todos nós somos vítimas do binômio altos impostos e elevada margem de lucro das fabricantes de veículos do Brasil. Caso alguém queira conhecer mais o carro, é só me perguntar nos comentários que eu respondo. Principais aspectos positivos: 1. Desempenho. 2. Consumo. 3. Acabamento. 4. Estabilidade. 5. Custo de manutenção. 6. Custo do seguro. Principais aspectos negativos: 1. Falta de mimos em geral. 2. Isolamento acústico. 3. Pintura muito frágil. 4. Bateria muito fraca para o porte do carro. Abraços, Manoel Nunes (Brasília/DF) Importante: Pedimos a gentileza de se respeitar a opinião emitida pelo proprietário deste veículo. Cada um tem sua preferência pessoal e compra um carro de acordo com sua necessidade e seu bolso. Comentários que ofendam o leitor que enviou o e-mail, serão deletados sem aviso prévio.

Participe!

Você também pode participar enviando as suas impressões sobre o seu carro, não importa o modelo, não importa o ano. Suas informações podem ajudar aos demais leitores que estão avaliando a compra de um novo carro. Participe enviando os pontos positivos e negativos do seu carro para o e-mail contato@carplace.com.br.

Seja parte de algo grande