Chrysler envia plano de US$ 448 milhões ao governo para iniciar produção de elétricos

Chrysler 200C EV Concept 2009 A Chrysler anunciou, nesta sexta-feira (29), que apresentou três propostas ao Departamento de Energia dos Estados Unidos (DOE) onde contempla um plano de US$ 448 milhões para colocar rapidamente no mercado veículos elétricos (EV – Electric Vehicles) e híbridos (PHEV - Plug-in Hybrid-eletric Vehicles). O pedido abrange duas iniciativas estabelecidas pelo DOE: Iniciativa de Transporte Elétrico e Iniciativa de Produção de Bateria e Componentes para Veículos Elétricos. Ambas são destinadas a acelerar o desenvolvimento, demonstração, avaliação e produção de veículos elétricos (EV) e híbridos (PHEVs). "Estas iniciativas representam como o governo norte-americano e a indústria automobilística estão respondendo ao desafio de alcançar objetivos comuns e demonstram o quão rapidamente este tipo de tecnologia avançada pode ser trazida para o mercado em um ambiente colaborativo", diz John Bozzella, responsável por Assuntos Externos e Políticas Públicas da Chrysler. A intenção da marca é iniciar a produção de produtos comercialmente viáveis em pouco tempo, e ao mesmo tempo estimular a economia e ajudar a empresa a alcançar seus objetivos de liderança em desenvolvimento e produção de veículos elétricos. Dentro da Iniciativa de Produção de Bateria e Componentes para Veículos Elétricos, a Chrysler planeja utilizar até US$ 83 milhões para produzir um novo centro de tecnologia e produção de veículo elétrico localizado em Michigan. Esta nova instalação pode alojar desenvolvimento, teste e produção de componentes para veículos elétricos além de produzir os veículos EV e veículos elétricos de maior autonomia (ReEVs – Range-extended Electric Vehicles). Em nota, a marca diz que espera que o complexo inicia suas operações em 2010, já com produção de mais de 20.000 unidades por ano.

Seja parte de algo grande