Análise das vendas de março: Chevrolet retorna ao 2° lugar; Celta e Sandero são destaques

Superlativo. Este é o adjetivo mais correto para descrever o mês de março da indústria automobilística brasileira. Com 337.381 unidades vendidas, estabeleceu-se o novo recorde histórico para as montadoras e importadoras. Em relação ao mesmo período de 2009, o crescimento foi de 29,27%. Comparando apenas aos resultados de fevereiro, o crescimento foi ainda mais impressionante: 59,61%. O último recorde havia sido estabelecido em setembro do ano passado, quando 308,7 mil unidades haviam sido comercializadas.
Análise das vendas de março: Chevrolet retorna ao 2° lugar; Celta e Sandero são destaques
Dentre as marcas, nova mudança entre as primeiras colocadas: enquanto a Fiat permaneceu na liderança, com mais de 73 mil unidades comercializadas, a Chevrolet voltou a ultrapassar a VW e reassumiu a 2ª posição com uma diferença inferior a 600 unidades. No acumulado do ano, a liderança da Fiat (167.528) é confirmada com uma vantagem superior a 11 mil carros em relação à Chevrolet (156.457) – que, por sua vez, já vendeu quase 5 mil carros a mais do que a tradicional vice-líder VW (151.712).
Análise das vendas de março: Chevrolet retorna ao 2° lugar; Celta e Sandero são destaques
As coreanas continuam crescendo: a Hyundai vendeu mais de 10 mil unidades pela 1ª vez, firmou-se na 7ª posição e mais uma vez ultrapassou a Toyota, logo abaixo da Honda (outro destaque, com quase 15 mil unidades); enquanto a Kia ultrapassou a barreira das 5 mil unidades pela 1ª vez e manteve a 11ª posição já alcançada nos primeiros meses do ano – à frente de Mitsubishi e Nissan, com fábricas no país.
Análise das vendas de março: Chevrolet retorna ao 2° lugar; Celta e Sandero são destaques
O Gol se manteve na liderança. O grande destaque, no entanto, ficou na 2ª posição: com quase 20 mil unidades, o Celta bateu seu recorde de vendas desde o lançamento, em 2001. Na disputa caseira da Fiat, o Palio voltou a tomar a posição do Uno. O Fox (incluindo o Crossfox) ultrapassou as 15 mil unidades e garantiu lugar no top 5, desalojando o Siena (com mais de 12 mil unidades) para a 6ª posição. O destaque negativo ficou com o Chevrolet Agile: num mês em que praticamente todos os modelos apresentaram forte crescimento, o mais novo carro da Chevrolet amargou uma queda de quase 8% (411 unidades a menos do que no mês anterior nas ruas). Confira a lista das marcas e dos modelos mais vendidos: RANKING - Marcas 1. Fiat – 73.618 2. Chevrolet – 70.031 3. VW – 69.471 4. Ford – 36.313 5. Renault – 16.572 6. Honda – 14.835 7. Hyundai – 10.939 8. Toyota – 9.946 9. Peugeot – 9.051 10. Citroën – 7.891 11. Kia – 5.086 12. Mitsubishi – 4.334 13. Nissan – 3.374 14. Mercedes-Benz – 1.203 15. BMW – 598 16. Land Rover – 532 17. Hafei - 423 18. Suzuki – 384 19. Ssangyong – 273 20. Volvo - 265 RANKING - Os 20 modelos mais vendidos em março 1. VW Gol – 29.343 2. Chevrolet Celta – 19.944 3. Fiat Palio – 18.365 4. Fiat Uno – 16.013 5. VW Fox / Crossfox – 15.075 6. Fiat Siena – 12.913 7. Chevrolet Corsa Sedan – 12.332 8. Ford Fiesta – 10.907 9. Fiat Strada – 10.181 10. Ford Ka – 10.112 11. VW Voyage – 8.339 12. Chevrolet Prisma – 7.981 13. Renault Sandero – 7.642 14. Honda Fit – 5.950 15. Toyota Corolla – 5.761 16. VW Saveiro – 5.095 17. Ford Ecosport – 5.029 18. Ford Fiesta Sedan – 4.974 19. Chevrolet Agile – 4.794 20. Honda Civic – 4.112 Observações interessantes:
  • Na distribuição dos 20 mais vendidos por marcas, empate entre as 04 grandes: 04 modelos de cada. Em seqüência, a Honda garantiu a presença de 02 modelos, enquanto Renault e Toyota completaram com 01 cada.
  • Fox / Crossfox em excelente forma, com mais de 15 mil unidades da nova geração;
  • Briga acirrada entre o Voyage (8.339) e o Prisma (7.981);
  • Livina (1.494) com quase 1.500 unidades, um crescimento superior a 50% em relação a fevereiro (992);
  • Veterano Clio (3.743), com crescimento superior a 100% em relação ao mês passado, garantiu seu melhor resultado desde setembro de 2002 (3.970);
  • Sandero, líder de vendas da Renault no país, estabelecendo seu melhor resultado e ultrapassando a barreira das 7 mil unidades pela primeira vez;
  • Na briga entre os japoneses, nova vitória do Corolla (5.761) sobre o Civic (4.112) – a diferença, no entanto, é a menor desde agosto do ano passado;
  • Hyundai i30 mantendo liderança do segmento com novo recorde de vendas (4.013), mas vantagem em relação ao Astra (3.802) diminuiu;
  • Entre as stations, liderança da Palio Weekend (3.925) com mais de 50% de participação no segmento; Vendas da Spacefox absolutamente iguais (1.732) às de fevereiro;
  • Saveiro (5.095) ultrapassando as 5 mil unidades e reduzindo a enorme vantagem da Strada (10.181) no segmento;
  • Ecosport abrindo vantagem superior a 1.400 unidades na liderança do segmento sobre o Tucson (5.029 a 3.604);
  • Boa briga à vista entre os sedãs médios: diferença de vendas entre Linea (1.368) e Cerato (1.323) ficou abaixo das 50 unidades. O coreano bateu seu recorde de vendas, com um crescimento de quase 80% em relação ao resultado do mês passado (727);
  • Mercedes-Benz em alta: CLC alcançou 262 unidades comercializadas (crescimento superior a 200% em relação a fevereiro) e ajudou a marca alemã a garantir o seu melhor resultado no país e a liderança entre as marcas premium;
  • Na briga entre os chamados “carros de imagem”, vitória e novo recorde do Kia Soul (715). Smart (184) à frente do Mini Cooper (137), com o 500 (91) fechando o quarteto.
Fonte: FENABRAVE Em breve divulgaremos a tradicional lista do 100 carros mais vendidos no mês.

Seja parte de algo grande

Análise das vendas de março: Chevrolet retorna ao 2° lugar; Celta e Sandero são destaques

Foto de: Fábio Trindade