Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos

A Renault apresentou à imprensa nesta segunda-feira, 25, o seu novo sedan Fluence. Além do visual completamente novo e em sintonia com os demais mercados mundiais, a grande surpresa ficou por conta do conjunto mecânico: motor 2.0 Hi-Flex e câmbio CVT.
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
Fabricado na Argentina, o Renault Fluence mede 4,62 metros de comprimento, ou seja, maior que o Honda Civic e Chevrolet Vectra, Toyota Corolla, alguns de seus concorrentes diretos no mercado brasileiro. O sedã da Renault leva vantagem também no entre-eixos (distância entre as rodas da frente e as de trás, determinante no espaço interno do veiculo): 2,70 metros, 10 centímetros a mais que o Toyota Corolla.
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
Para exemplificar bem, a Renault cita seus concorrentes. Para exemplificar a boa capacidade do porta-malas, 530 litros, cita os modestos 340 litros do Honda Civic.
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
Em termos visuais, o Fluence dispõe de faróis alongados, de formas predominantemente curvilíneas, avançando sobre pára-choques e o capô. O pára-choque dianteiro avança sobre os pára-lamas e abrigam os dois faróis de neblina, de contornos arredondados, e uma generosa entrada de ar.
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
Na lateral, destaque para os retrovisores na cor da carroceria com luzes indicativas de direção. Um discreto vinco percorre desde a dianteira do carro, passando pelas duas portas, contornando a traseira até se encaixar harmoniosamente com a tampa do porta-malas, conferindo ao carro um visual dinâmico. Chamam a atenção também os largos frisos instalados na parte inferior das portas além das rodas de liga leve de 17 polegadas.
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
Na traseira, as lanternas do Fluence são bicolores e apresentam linhas mais angulares, sendo divididas pela tampa do porta-malas, que abriga a placa de identificação do veículo. A ponteira do escapamento cromada e duas luzes de posição nas extremidades do pára-choque completam o conjunto.
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
Na parte interna, os instrumentos analógicos contam com aros cromados e iluminados num tom levemente azulado. Segundo estudos feitos pela marca, este estilo dos instrumentos facilita a compreensão instantânea das informações pelo motorista. Outra novidade do Fluence é o teto solar elétrico. Abaixo, detalhe do quadro de instrumentos.
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
Como já acontecia no Mégane, o Fluence também aposentou as chaves. A partida é feita com cartão eletrônico e por meio do botão “Start/Stop” no painel. Com dimensões semelhantes às de um cartão de crédito, o dispositivo não faz volume no bolso e é de fácil manuseio. O Fluence virá equipado com o sistema VSC2 Hands Free, o qual permite ao motorista acionar o motor sem que, para isso, necessite tirar o cartão eletrônico do bolso, bastando apenas que ele esteja no interior do veículo. O mesmo sistema VSC2 Hands Free é o responsável pelo travamento e destravamento automático das portas, comandado por sensores de identificam o afastamento ou aproximação do cartão.
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
O sistema de ar-condicionado é digital dual-zone. O Fluence também possui saída de ar-condicionado para os três passageiros do banco traseiro. Em termos de segurança, o Fluence conta com faróis de Xenon, oito airbags (dois frontais, dois lateriais e dois duplos do tipo cortina), sistema de controle de estabilidade (ESP), controle de tração (ASR), freios ABS, com assistência de frenagem de urgência (AFU) e distribuição eletrônica de frenagem (EBD).
Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos
O novo Renault Fluence chega ao mercado com o motor 2.0 16V, o mesmo do Sentra. O motor de quatro cilindros em linha, com bloco e cabeçote de alumínio, desenvolve a potência de 143 cv (álcool) / 140 cv (gasolina) à 6.000 rpm e torque máximo de 19,9 kgfm (álcool) / 20,3 kgfm (gasolina) à 3.750 rpm. O propulsor 2.0 16V Hi-Flex trabalha em conjunto com um câmbio manual de seis marchas ou automático CVT, que também possibilita a troca manual de marchas – uma novidade para esse tipo de caixa. A transmissão continuamente variável, resultado da Aliança Renault-Nissan, proporciona uma troca de marchas suaves, sem trancos, e mantém sempre o motor no giro ideal, levando-se em conta a força disponível e o consumo de combustível. As vendas começam em fevereiro de 2011, mas os preços ainda não foram divulgados. Fotos: CARPLACE

Seja parte de algo grande

Salão do Automóvel: Renault lança Fluence com motor 2.0 Flex e câmbio CVT - Veja fotos

Foto de: Fábio Trindade