QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões

A Volkswagen apresenta ao público no Quatro Rodas Experience (QRX), evento realizado no autódromo de Interlagos, a nova pick-up Amarok. Além de conferir de perto a novidade, também tivemos a oportunidade de testá-la na pista. Veja fotos e impressões do modelo.
QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões
Sem dúvida, a Volkswagen Amarok é veículo com visual bem imponente e chama a atenção no evento, ainda mais se comparada com a sua concorrente direta, a Nissan Frontier, também presente para testes on-road e off-road no local.
QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões
A dianteira, com o conjunto ótico que segue o novo padrão mundial a marca, transmite a sensação de robustez e elegância com os frisos cromados. Na traseira, a tampa da caçamba tem desenho simples, mas é destacada pelo emblema da marca e pelas grandes letras do nome Amarok.
QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões
QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões
Até mesmo o "santo-antônio" e a barra de proteção dos vidros são cromadas. A caçamba também conta com uma proteção de material plástico de alta resistência.
QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões
Detalhe da motorização TDI (turbodiesel) e da tração integral 4Motion.
QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões
QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões
QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões
O acabamento interno é bom e muito póximo de um carro de passeio. A alavanca de câmbio é curta e traz um sistema bi-partido, o qual tem a finalidade de filtrar a vibração do motor (e consegue). O revestimento dos bancos e do volante são em couro.
QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões
Na área central do painel, a pick-up exibe uma bela tela colorida sensível ao toque que concentra as funções do sistema de som e exibição de informações do sistema de ar-condicionado dual-zone. Abaixo, o quadro de instrumentos tem fácil leitura, mas é relativamente simples. Ao centro, o display exibe informações do computador de bordo, relógio, temperatura do motor e nível de combustível.
QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões
Na pista A sensação de condução da Amarok é semelhante a de um carro de passeio. Logo ao pisar no acelerador, a Amarok mostra o seu apetite com uma bela arrancada, fruto do excelente torque de 40,1 kgfm disponíveis a apenas 1.500 rpm. Logo na saída dos boxes, uma pisada mais forte no acelerador mostra que motor, mesmo sendo um 2.0, responde bem. Ao ampliar o RPM, os dois turbocompressores entram em ação e permitem alcançar rapidamente os 120km/h (velocidade limite do evento). Nas curvas, forçamos um pouco a barra e retardamos a redução de velocidade e conferimos na prática e de forma muito nítida o programa eletrônico de estabilidade (ESP) em ação. A tendência natural de grande parte das pick-ups em uma frenagem brusca em curva é fazer com que a traseira fique “solta”, mas não foi o que aconteceu com a Amarok. Ao notar essa situação, o ESP rapidamente corrigiu a trajetória do veículo e “devolveu” a condução sem sustos. Cruzamos a reta dos boxes a 120km/h de forma suave. Ao chegar na entrada da cursa “S do Senna”, exigimos um pouco do ABS e também fomos satisfatoriamente atendidos, sem sustos. A partir da segunda volta, após ter pegado o jeito da pick-up, a condução foi por diversão esticando bem cada marcha, afinal, não é toda dia que podemos pilotar em Interlagos. Em resumo, a Amarok chega oferecendo um bom espaço para todos os ocupantes e um nível de conforto na medida para uma pick-up. A tecnologia embarcada do modelo, como o “ABS off road" que trabalha em conjunto com o assistente de frenagem em descidas, oferece pela primeira vez nesta classe, a possibilidade do motorista ajustar a velocidade de descida acionando o pedal do acelerador ou do freio). O ponto negativo fica por conta do câmbio manual ZF de seis velocidades. A embreagem é um tanto quanto dura, e exige um certo esforço para a troca de marchas. Por toda a tecnologia e conforto que oferece, a transmissão automática pode ser considerada a “cereja no bolo” da pick-up da Volkswagen. Mesmo assim, a Amarok vai dar muito trabalho para as principais concorrentes Toyota Hilux e Nissan Frontier.

Seja parte de algo grande

QRX 2010: Pilotamos a nova VW Amarok em Interlagos - Fotos e Impressões

Foto de: Fábio Trindade