Brasil: Diferença entre Fiat e VW foi inferior a três mil unidades em novembro

A Fiat manteve a liderança entre as marcas nas vendas de automóveis e comerciais leves em novembro. A montadora de Betim (MG) comercializou 70.099 unidades e registrou uma diferença de 2.629 unidades sobre a VW (67.470), vice-líder – em outubro a diferença havia sido de apenas 1.872 unidades. Com pouco mais de 59,3 mil unidades vendidas a Chevrolet garantiu por mais um mês a 3ª posição. Ford em 4º (31.461) e Renault em 5º (16.161) completaram o G5 padrão do mercado nacional. A Honda (12.255) pelo 2º mês consecutivo ultrapassou a barreira das 10 mil unidades, garantiu a 6ª posição e fechou o mês como a melhor marca asiática, à frente de Hyundai (7ª) e Toyota (8º).
Brasil: Diferença entre Fiat e VW foi inferior a três mil unidades em novembro
Destaque para as marcas chinesas: pela 1ª vez a Chery ficou entre as 14 maiores do mercado brasileiro e, junto com a Hafei (16º), ultrapassou a marca das mil unidades vendidas. No acumulado entre janeiro e novembro a Fiat alcançou 681.068 unidades, a VW atingiu 623.731 unidades e a Chevrolet fechou com 586.578 unidades. Já a Ford (300.207) ultrapassou a barreira das 300 mil unidades enquanto a Renault (142.051) provavelmente superará a marca das 150 mil unidades ainda neste ano – estas cinco posições já estão definidas. Já a Honda (110.690) ultrapassou a barreira das 100 mil unidades, marca que também deverá ser alcançada pela Hyundai (95.130) pela 1ª vez desde a sua chegada ao país. Confira a lista das marcas mais vendidas em novembro: MARCAS 1. Fiat – 70.099 2. Volkswagen – 67.470 3. Chevrolet – 59.340 4. Ford – 31.461 5. Renault – 16.171 6. Honda – 12.255 7. Hyundai – 9.189 8. Toyota – 8.931 9. Peugeot – 8.618 10. Citroën – 8.482 11. Kia – 4.137 12. Mitsubishi – 3.987 13. Nissan – 3.754 14. Chery – 1.138 15. Mercedes-Benz – 1.137 16. Hafei – 1.020 17. BMW – 792 18. Suzuki – 472 19. Ssangyong - 421 20. Land Rover – 376 Por: Thiago Parísio - Fonte: FENABRAVE

Seja parte de algo grande

Brasil: Diferença entre Fiat e VW foi inferior a três mil unidades em novembro

Foto de: Fábio Trindade