São Paulo: Taxa de inspeção veicular vai ficar mais cara em janeiro

A controversa taxa da inspeção veicular ambiental em São Paulo vai aumentar em 1º de janeiro. A tarifa, que hoje é de R$ 56,44, deve chegar a R$ 62,10. O ajuste segue o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), de acordo com contrato firmado pela Prefeitura de São Paulo e a empresa Controlar, que realiza as vistorias. Nesta segunda-feira (6), a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de SP iniciou a operação de radares com tecnologia para multar os veículos que ainda não passaram pela inspeção. Com exceção dos veículos com placa final 0 que tem prazo para vistoria até o dia 31 de dezembro, todos os demais com placa de São Paulo deveriam ter realizado à vistoria. A cidade de São Paulo possui frota de 6,9 milhões de veículos. Dos veículos que enquadram-se na vistoria, a Controlar espera realizar até 4 milhões de inspeções neste ano, mas até o dia 1° de novembro apenas 2,2 milhões de carros haviam sido aprovados. A multa é alta para quem for flagrado pelos radares nesta situação: R$ 550. Com o início da fiscalização, a Controlar diz ter registrado aumento de 53% no volume de inspeções agendadas desde o anúncio da nova fiscalização - saltou de média de 13 mil por dia para 20 mil vistorias diárias. Bem, 4 milhões de veículos x R$ 62,10.... mais IPVA, licenciamento....

Seja parte de algo grande