Estados Unidos terminam 2010 em alta e Chrysler se destaca

Desde 2005 a indústria automobilística nos EUA não apresentava um desempenho tão bom. Foi o que confirmou o relatório de vendas do boletim norte-americano Automotive News.
Estados Unidos terminam 2010 em alta e Chrysler se destaca
Dentre as grandes montadoras americanas a Chrysler foi quem mais se destacou. Todos os modelos da fabricante apresentaram crescimento, com destaque para o novo Grand Cherokee - cuja demanda quase que triplicou – e para as picapes da linha RAM, agora com marca própria. O efeito causado pela associação da norte-americana à Fiat foi de tal forma positivo que a Chrysler registrou um aumento de 17% em relação a 2009, reflexo sentido com as vendas de 1,1 milhão de unidades.
Estados Unidos terminam 2010 em alta e Chrysler se destaca
General Motors e Ford também não tem do que reclamar. A GM cresceu 7% e vendeu 2,2 milhões de carros, sendo que mais de meio milhão deles foram de crossovers. Por sua vez, a Ford cresceu tanto quanto a Chrysler e negociou 1,9 milhão de automóveis. Por outro lado, com a imagem abalada pelos milhares de recalls, a Toyota não apresentou o desempenho esperado em 2010. Desde 2006 a montadora não ficava atrás da Ford. Em 2011, entretanto, a japonesa deverá se mostrar agressiva e apostará no MPV, modelo baseado no seu mais famoso híbrido, o Prius. Esse também receberá investimentos uma vez que a fabricante pretende elevá-lo ao posto de carro mais vendido de 2011 em território norte-americano. Por: Michelle Sá - Fonte: UOL

Seja parte de algo grande

Estados Unidos terminam 2010 em alta e Chrysler se destaca

Foto de: Fábio Trindade