Resultados de 2010: Citroën comemora três recordes no Brasil

A Citroën está comemorando três recordes em relação a dezembro de 2010: o melhor resultado mensal com 9.992 unidades, a melhor participação de mercado com 2,7% das vendas de automóveis e comerciais leves e o fechamento do volume anual de 84.059 veículos vendidos, com um crescimento de 21,29% sobre o resultado do ano anterior. Ivan Ségal, diretor geral da Citroën do Brasil, atribui esses resultados à estratégia agressiva de comunicação ao longo do ano, uma rede em contínua e rápida ascensão, uma linha de produtos avançada, incrementada com a chegada do Aircross nos últimos meses do ano.
Resultados de 2010: Citroën comemora três recordes no Brasil
O SUV compacto Aircross, que chegou efetivamente em outubro no mercado brasileiro, registrou em dezembro 1.668 emplacamentos, elevando seu volume acumulado nos últimos meses do ano para 4.254 unidades.
Resultados de 2010: Citroën comemora três recordes no Brasil
Outro modelo que registrou bons resultados foi o hatch premium C3. O carro-chefe de vendas da Citroën no Brasil registrou em dezembro o recorde absoluto de 4.184 unidades e acumulou ao longo do ano 39.939 unidades, ou seja, um crescimento de cerca de 20% sobre as vendas de 2009.
Resultados de 2010: Citroën comemora três recordes no Brasil
Na linha C4 de automóveis de passeio, o C4 Hatch vendeu 1.789 unidades em dezembro, ao lado do C4 Pallas com 1.150 emplacamentos. No acumulado desde janeiro, os automóveis somaram respectivamente 13.550 e 11.943 unidades.
Resultados de 2010: Citroën comemora três recordes no Brasil
Na gama de monovolumes, a Xsara Picasso vendeu 600 unidades em dezembro, o C4 Picasso somou 262 e Grand C4 Picasso 81. No acumulado do ano, esses produtos somaram 11.397 unidades.
Resultados de 2010: Citroën comemora três recordes no Brasil
O volume acumulado de 926 automóveis C5 e 1.839 comerciais leves Jumper fecharam o ano de 2010 para a marca Citroën.

Seja parte de algo grande

Resultados de 2010: Citroën comemora três recordes no Brasil

Foto de: Fábio Trindade