Bloqueio chinês faz Toyota desenvolver novo motor elétrico

Os mais velhos já falavam que para todo mal há um bem. O mal em questão foi o incidente diplomático entre China e Japão - ocorrido no final do ano passado - que implicou no embargo das exportações de metais exóticos para o país do sol nascente e que, em decorrência disso, forçou a alta nos preços. O bem, por outro lado, veio através da iniciativa da Toyota em desenvolver um novo tipo de motor elétrico, o qual cortará a dependência dos metais e reduzirá custos, libertando a fabricante da dependência chinesa. Embora a China, que atualmente responde por 97% dos materiais utilizados em produtos de alta tecnologia, tenha retomado as exportações o envio de matérias-primas para outros países sofrerá uma gradativa redução. Em comparação a 2009, o ano de 2011 terá sua cota de exportação reduzida em 30% (24.280 toneladas). Mesmo sem ter divulgado o cronograma do projeto ou sua utilização específica, a Toyota informou que um veículo totalmente elétrico estará à venda, a partir de 2012, para os públicos norte-americano, japonês e europeu. Outro veículo, desta vez um utilitário esportivo elétrico de luxo, também segue em desenvolvimento. A parceria é com a fabricante Tesla. Por: Thiago Parísio

Seja parte de algo grande