Especial: Automóvel, um senhor de 125 anos de idade

Benz Patent Motorwagen, 1886, Primeiro Carro do Mundo 29 de janeiro. A data de hoje é histórica para os apaixonados por carros. Há exatos 125 anos o engenheiro alemão Karl Benz (1844-1929) registrava na Alemanha a patente de seu triciclo motorizado de 0,8 cv e “espantosa” velocidade máxima de 18 km/h. Para muitos este momento marca o nascimento do automóvel, uma das mais revolucionárias invenções humanas.
Especial: Automóvel, um senhor de 125 anos de idade
Primeiro Carro do Mundo Naquele mesmo ano de 1886 o também engenheiro Gottlieb Daimler (1834-1900) apresentou em Stuttgart o primeiro veículo motorizado de quatro rodas da história. Juntas, as duas criações destes geniais alemães se transformaram em marcos de toda a revolução que o automóvel representou e ainda representa na vida da sociedade moderna.
Especial: Automóvel, um senhor de 125 anos de idade
Primeiro Carro do Mundo com 4 rodas As empresas dos dois engenheiros que jamais se conheceram pessoalmente – a Benz e a Daimler - se uniram em 1926 e deram origem à gigante Daimler-Benz (atual Daimler AG), proprietária da Mercedes-Benz.
Especial: Automóvel, um senhor de 125 anos de idade
Registro de Patentes do Primeiro Automóvel Com a fusão, uniram-se também as duas marcas: a estrela de três pontas, que caracterizava os produtos produzidos por Daimler, e a coroa de louros, típica dos veículos de Benz.
Especial: Automóvel, um senhor de 125 anos de idade
O nome Mercedes, registrado em 1902 por Daimler, fazia referência a Mercedes Jellinek, filha de Emil Jellinek, cliente fiel de Gottlieb. Com a união das duas empresas o nome foi incorporado aos veículos produzidos pela montadora.
Especial: Automóvel, um senhor de 125 anos de idade
O papel da Mercedes-Benz O atual slogan da Mercedes – “o melhor ou nada” – representa fielmente o espírito incansável da montadora na busca pela inovação e pela qualidade. Falando apenas de segurança, muitos dos sistemas hoje disseminados na grande maioria dos modelos vendidos no mercado mundial, como o air bag, os freios ABS e o ESP (electronic stability program), surgiram em modelos de Stuttgart. Modelos atuais como o SLK (primeiro conversível equipado com teto rígido retrátil), o CLS (precursor dos sedãs-cupês) e a Classe S (referência no segmento de alto luxo há décadas e campeão de inovações de segurança e tecnologia) são exemplos clássicos do comprometimento da marca com a evolução do automóvel. No campo das paixões, como não falar do mítico 300 SL Gullwing “asa de gaivota” da década de 50, um dos mais lendários esportivos de todos os tempos? Ou do SLR McLaren de 2004 que povoou as mentes dos apaixonados na década passada? Muitas são as marcas bem sucedidas comercialmente no mercado mundial. Poucas são aquelas que contribuem efetivamente no desenvolvimento de novas tecnologias que se tornarão comuns em veículos de outras fabricantes. Menos ainda são as que despertam paixões e fazem parte do imaginário popular. Mas apenas a Mercedes-Benz pode se orgulhar por combinar tudo isso e ainda ser a pioneira da história do automóvel. Que venham mais 125 anos! Por: Thiago Parísio

Seja parte de algo grande

Especial: Automóvel, um senhor de 125 anos de idade

Foto de: Fábio Trindade