Deficiente visual guia um Ford Escape em Daytona

Um deficiente visual pilotou um Ford Escape híbrido por 2,5 km na pista de Daytona, sem ajuda de co-piloto e utilizando apenas um sistema com tecnologia para deficientes visuais. O piloto em questão, Mark Anthony Riccobono, é executivo e comanda os setores de tecnologia e pesquisa da NFB (Federação Nacional de Portadores de Deficiência Visual).
Deficiente visual guia um Ford Escape em Daytona
Como parte do "Blind Driver Challenge" (desafio do motorista cego, em tradução livre), desenvolvido pela NFB, Mark fez uma demonstração de pré-corrida e ainda desviou de obstáculos colocados na pista aleatoriamente, como uma van que Mark conseguiu ultrapassar sem problemas.
Deficiente visual guia um Ford Escape em Daytona
O Ford Escape foi equipado com um sistema auxiliar que utiliza sensores a laser que convertem informações sobre a rota feita pelo carro para um computador dentro dele. O sistema emite sinais vibratórios para as luvas do piloto, indicando o lado que o volante deve ser esterçado e outra faixa vibratória no assento indica quando acelerar, diminuir ou parar o veículo.
Deficiente visual guia um Ford Escape em Daytona
"Esse projeto mostra para todos que as pessoas cegas podem fazer as mesmas coisas que as outras pessoas. Desde que tenham acesso a informação e a meios não visuais. Hoje mostramos essa verdade para a nação e para o mundo", disse Riccobono. Por: Aline Amaral - Via: Carro Online

Seja parte de algo grande