Gasolina ainda é mais vantajosa no Brasil

Muito embora na hora de abastecer o carro alguns motoristas recorram às famosas tabelinhas de conversão a gasolina ainda tira vantagem em relação ao etanol na maior parte do Brasil. Para os consumidores de Pernambuco, Tocantins e São Paulo optar por um ou pelo outro é indiferente. Já para os motoristas de Mato Grosso e Goiás a escolha pelo etanol ainda representa economia. Conforme os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) referentes à semana passada, no Distrito Federal e em mais 21 estados encher o tanque com gasolina significa gastar menos. Isso porque a vantagem do etanol é estimada considerando que o poder calorífico do motor a álcool equivale a 70% do poder dos motores movidos à gasolina. Para o cálculo são utilizados os valores médios obtidos no Distrito Federal e nos demais estados. Caso a relação indique valores entre 69,50% e 70,50% tanto faz abastecer com qualquer um dos dois combustíveis. De acordo com o levantamento, no estado de São Paulo, que concentra quase que 60% do consumo de etanol de todo o país, esse tipo de combustível corresponde a 70,26% do valor da gasolina - que tem preço médio de R$ 2,475 por litro. Este percentual torna o etanol hidratado um concorrente à altura neste estado, uma vez que, segundo a média da ANP, o preço do litro ficou em torno de R$ 1,739. No Centro-Oeste brasileiro, mais precisamente em Goiás e Mato Grosso, a relação é de 69,88% e 68,29%, respectivamente, o que favorece o consumo do etanol. Em contra partida, a gasolina é mais vantajosa no Rio Grande do Sul, onde o preço do concorrente corresponde a 83% do seu valor, e em Roraima, cuja correlação é de 82,36%. Por: Michelle Sá - Fonte: G1

Seja parte de algo grande