Kneebag: Air bag de joelho já está disponível no Brasil

Certos dispositivos de segurança ainda não são de série nos carros vendidos no Brasil. Mas, diante da evolução dos acessórios e das pequenas, é verdade, exigências para a segurança do motorista elas não tardarão a aparecer como itens obrigatórios em alguns dos nossos automóveis.
Kneebag: Air bag de joelho já está disponível no Brasil
A mais nova tecnologia a estrear por essas bandas é o kneebag, ou air bag de joelho. Presente no Fiat Bravo, o acessório tem como propósito evitar lesões nos joelhos protegendo coxas, pernas e quadril. Agregado aos air bags laterais, de janela e aos encostos de cabeça dianteiros, o acessório não sai por menos de R$ 2.889 reais. Em outros modelos, como o Fiat 500 importado da Polônia, o equipamento é de série Contrariando a diminuição no número de acidentes envolvendo tórax e cabeça, o número de acidentes com ferimentos nos membros inferiores aumentou. Pesquisas do instituto americano National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA) comprovam a tese. Nos últimos oito anos as colisões frontais representaram 36% dos ferimentos envolvendo os membros inferiores. Para diminuir os riscos de ferimento e funcionar de maneira adequada, o dispositivo deve inflar a 25 cm ou 30% de distância em relação ao condutor. Outros pontos que devem ser observados para garantir a eficácia do produto dizem respeito à estatura e ao peso dos ocupantes do automóvel. Enquanto o air bag frontal representa mais riscos para crianças ou pessoas de baixa estatura, o kneebag é mais perigoso para os obesos, altos e que ocupem mais espaço. Pessoas com tais características têm maior probabilidade de sofrer algum tipo de lesão nos membros inferiores, embora pesquisas alemãs e inglesas tenham comprovado a diminuição de fraturas no joelho e fêmur de pessoas com outros tipos de biótipos. Por: Michelle Sá / Fonte: Vrum

Seja parte de algo grande