Alta demanda: Kia anuncia terceira fábrica na China

A Kia Motors anunciou ontem (03) que planeja construir sua terceira fábrica na China a fim de atender à crescente demanda local e manter o ritmo positivo de vendas no mercado chinês.  A cerimônia de assinatura do memorando de entendimento teve a participação de funcionários oficiais do governo chinês e representantes da Kia Motors Corporation, incluindo o chairman da Hyundai Motor Group, Mong-Koo Chung. A Dongfeng Yueda Kia (DYK) Motors é uma joint venture 50/50 por meio da qual a Kia Motors fabrica, comercializa e dá assistência a veículos na China. Após a conclusão da planta, que será capaz de produzir 300 mil unidades por ano, a Kia terá aumentado sua capacidade de produção na China dos atuais 430 mil unidades em sua duas plantas para um total de 730 mil unidades por ano. A nova fábrica ficará localizada a apenas cinco quilômetros da segunda fábrica da Kia, na Zona de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Yancheng. A proximidade com as instalações existentes permitirá que a Kia utilize a infraestrutura já estabelecida e crie sinergias entre as plantas. Neste ano, até o fim de outubro, as vendas de veículos produzidos localmente chegaram a 341.682 unidades, com a chegada do competitivo sedã médio K5 (conhecido como Optima em outros mercados) e do subcompacto K2 (versão local do novo Rio). A empresa tem como meta alcançar a comercialização de 430.000 veículos produzidos na China. A participação de mercado da Kia na China também tem crescido nos últimos anos – de 2,0% em 2007 (18ª no ranking da indústria) para 3% em 2010 (13ª no ranking). Em setembro deste ano, o market share da Kia chegou a 3,5%, deixando a marca entre as dez primeiras do mercado chinês.  

Seja parte de algo grande