Nissan confirma recuperação após tragédia japonesa

Enquanto outras montadoras japonesas ainda não se recuperaram dos problemas ocasionados pelo terremoto de março, a Nissan divulgou que já se refez da tragédia. Conforme um balanço da companhia, o mês de junho respondeu pela produção de 419.831 unidades, o que resultou no crescimento de 18,5% em relação ao mesmo período de 2010. Para a montadora, o nível é histórico para apenas um mês. Por conta da crescente demanda pelos modelos Juke e Rogue a produção japonesa aumentou 1,8% - o que implica em 102.390 unidades. Já as vendas mundiais cresceram 13% e as exportações, 25%. Focada na expansão gradativa da produção para o sudeste asiático, a montadora tem entre suas pretensões elevar para meio milhão o volume de carros na região que engloba países como Tailândia, Indonésia e Malásia. "Como a demanda por automóveis tem aumentado rapidamente nos mercados emergentes, pretendemos cobrir mais da metade das vendas globais", disse em comunicado o presidente da Nissan Motor Co. Ásia-Pacífico e da Nissan Motor na Tailândia, Toru Hasegawa. Em situação diferente se encontram Toyota e Honda. A primeira amargou uma queda de 9,2% no período (593.390 unidades) e só deve anunciar sua plena recuperação no final do ano, segundo as estimativas mais otimistas. Já a Honda viu sua produção mundial diminuir 44,5% no último mês (168.373 unidades), o número de vendas nacionais caírem (36%) e o volume de exportações reduzirem mais de 60%.
Nissan confirma recuperação após tragédia japonesa
Por Michelle Sá / Fonte: G1

Seja parte de algo grande

Nissan confirma recuperação após tragédia japonesa

Foto de: Thiago Parísio