Governo prorroga isenção de impostos para compra de carros por portadores de deficiências

Programada para encerrar no dia 30 deste mês, a lei que isenta de impostos, total ou parcialmente, a compra de veículos por portadores de deficiências foi prorrogada até o final de 2012 pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). De acordo com a lei, deficientes incapazes de conduzir um veículo podem comprar um automóvel livre do IPI. Já para aqueles habilitados o benefício é maior: além da ausência do imposto sobre produtos industrializados, o consumidor fica isento da cobrança do IPVA, do IOF e do ICMS. O valor final do veículo pode ficar 40% menor. Mas nem tudo são flores. A isenção só atinge veículos nacionais cujo preço de tabela não ultrapasse os R$ 70 mil. De acordo com Rodrigo Rosso, presidente da Abridef (Associação Brasileira das Indústrias e Revendedores de Produtos e Serviços para Pessoas com Deficiência), “existem poucas opções de carros automáticos que ficam nesta faixa de preço”. O preço máximo de R$ 100 mil seria o ideal, de acordo com Rosso. A próxima batalha da Abridef é pressionar o governo para que a lei passe a ser definitiva. Em 2010 foram comercializadas aproximadamente 29 mil unidades com isenção, um número ainda reduzido em relação aos 30 milhões de brasileiros que podem ser beneficiados pela lei. Por: Thiago Parísio / Fonte: Auto Esporte

Seja parte de algo grande