Isto é Brasil: Governo estuda aumentar imposto para veículos a gasolina

Com a desculpa de incentivar o uso de etanol e atrair investimentos para projetos de inovação o governo federal pode vir a criar um imposto exclusivo para veículos nacionais e importados movidos apenas a gasolina. A proposta é parte de um estudo que visa criar fundos setoriais em quatro áreas: indústria automotiva, sistema financeiro, mineração e construção. De acordo com o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, o país tem como prioridade estimular o uso do etanol. Para tanto, afirmou que todo veículo que não seja bicombustível ou que não utilize etanol pode ser tributado para criar fundos setoriais e financiar pesquisas de desenvolvimento. Detalhes sobre a criação dos fundos e eventuais tributos não foram dados. Contudo, a ideia é criar “soluções” fiscais que, no caso da indústria automobilística, serviriam de sustentáculo financeiro para o novo fundo e auxiliariam pesquisas sobre a resistência dos motores movidos ao biocombustível. Durante sua visita à China, a presidente Dilma Rousseff proporá discussões sobre o etanol e terá que se esforçar para convencer os chineses a investir em produtos manufaturados. Embora a pauta sobre as exportações esteja repleta de assuntos como commodities, minério de ferro, petróleo e soja, a ocasião será aproveitada para discutir futuras parcerias para o desenvolvimento de biocombustíveis de segunda geração. Por: Michelle Sá / Fonte: Estadão

Seja parte de algo grande