Ferrari lidera redução de emissões entre superesportivos

As exigências para que se produzissem carros menos poluentes fez com que os fabricantes corressem contra o tempo não só para desenvolver modelos menos ofensivos ao ambiente, mas para conquistar um público interessado neste tipo de produto. Dentre os fabricantes de superesportivos é a Ferrari quem lidera os esforços para reduzir as emissões de gases poluentes. A marca conseguiu diminuir suas emissões de CO2 em 12% - aproximadamente metade da meta que os fabricantes de carros em larga escala devem atingir até 2015. Os modelos da marca italiana produzem, em média, 326 gramas de CO2 por quilômetro rodado o que significa uma redução de 46 gramas em relação aos dados anteriores. O cálculo é feito sobre a venda combinada de todos os modelos da marca, que se beneficiou com as vendas do seu California – que emite em média 301 g/km.
Ferrari lidera redução de emissões entre superesportivos
A Lotus ficou em segundo lugar, diminuindo 3,2% as emissões de seus carros, puxada pelas vendas crescentes do Elise e uma redução na descarga do carro de 204 g/km para 198 g/km. Outras montadoras de esportivos de luxo também obtiveram resultados positivos quanto à diminuição de poluentes. A Bentley conseguiu reduzir 1,9%; a Lamborghini, 1,5%; e a Aston Martin, 0,6%. Por: Michelle Sá / Fonte: Auto Estrada

Seja parte de algo grande