Fim dos arranhões: “cola molecular” promete milagres

Pesquisadores da Universidade norte-americana de Case Western Reserve, em conjunto com outros cientistas americanos e suíços, criaram um polímero capaz de se regenerar em questão de minutos. Batizado de "metallo-supramolecular", o componente químico funciona como um polímero comum e poderá ser de grande valia para encobrir os temidos e odiados arranhões em automóveis. Isto porque, quando exposto a uma determinada intensidade de luz ultravioleta, o composto se desfaz para imediatamente retornar à sua forma original. Em outras palavras isto significa que, ao ser colocado sobre o arranhão e em seguida exposto à fonte luminosa, haverá um rearranjo das moléculas do composto capaz de encobrir quaisquer cortes ou arranhões presentes no veículo. Para os testes com o produto, os pesquisadores arranharam uma superfície e colocaram a “cola molecular” em cima da lataria danificada. Exposto seguidamente à luz, o local voltou a ficar com o aspecto de novo - como se nada houvesse acontecido. Veja o vídeo (inglês): Por: Michelle Sá / Fonte: Olhar Digital

Seja parte de algo grande