Jovens engenheiros voltam a se interessar pela indústria automobilística

Esta é uma boa notícia para estudantes que gostam de carros: um estudo internacional revelou que a indústria automotiva voltou a despertar o interesse de jovens prestes a entrar no mercado de trabalho. Baseada nas informações de 160 mil estudantes das principais economias globais, entre elas Brasil, Estados Unidos, China e Alemanha, a pesquisa promovida pela Universum detectou que a retomada financeira do setor o tornou atrativo para os novos profissionais. Atrás de Google, IBM e Microsoft a BMW foi a montadora mais bem colocada, garantindo a quarta colocação entre as companhias mais atrativas da área de engenharia. Na mesma relação figuram Volkswagen (14ª posição), Ford (17ª), Toyota (18ª), GM (20ª) e Daimler (32ª). Em relação à área de negócios, liderada por Google, KPMG, PwC, Ernst & Young e Deloitte, a BMW novamente foi a mais bem colocada ficando com a 14ª posição. Em seguida vieram Volkswagen (37ª), Toyota (42ª), Ford (47ª) e Daimler (50ª). Outro fator analisado foi a elevação das exigências quanto ao equilíbrio entre profissão e vida pessoal. Conforme o relatório, o comportamento provém da diferença entre as gerações. Enquanto a geração X era focada no trabalho, a Y quer conquistar os mesmos ganhos materiais sem abrir mão de uma vida equilibrada. No setor de engenharia essa nova geração quer um trabalho que combine desenvolvimento profissional com boa perspectiva de crescimento futuro. E isso pode ser notado na busca por vagas mais dinâmicas, criativas, estáveis e financeiramente mais seguras. Por Michelle Sá / Fonte: Automotive Business (por Giovanna Riato)

Seja parte de algo grande