Montadoras no Brasil atingem recorde de remessas de lucros às matrizes em 2011

De acordo com a matéria publicada pelo Observatório Automotivo ontem 24/01, as subsidiárias brasileiras enviaram às suas matrizes no exterior o valor recorde de US$ 5,6 bilhões em 2011. As informações foram divulgadas pelo Banco Central e de acordo com os dados, a industria automobilística no Brasil foi o setor que mais efetuou remessas ao exterior, superando os bancos e empresas de telecomunicações, com as remessas de lucros e dividendos de US$ 5,58 bilhões, valor 36 % superior aos valores de 2010. Os valores recordes de remessas ocorrem no momento em que as matrizes passam por momentos difíceis, e dessa forma as "filiais" acabam sustentando os seus resultados financeiros. O Banco Central não publica a lista de empresas e suas respectivas remessas, divulgando apenas os resultados totais. Esses números recordes causam estranheza diante da atual situação das montadoras brasileiras com seus pedidos de incentivos ficais e investimento público alegando falta de competitividade. A realidade parece ser bem diferente, pois com aumento de produção de apenas 0,7 % em relação a 2010 e produtos em sua maioria inferiores tecnicamente aos produzidos na Europa e Estados Unidos foi possível remeter US$ 1,5 bilhão a mais em relação a 2010 de lucros ao exterior. Fonte: Automotive Bussiness - Observatório Automotivo

Seja parte de algo grande