Absurdo: Carros argentinos chegam a custar quase 65% a mais quando vendidos no Brasil

Demanda, variações de câmbio e importância do mercado são alguns dos fatores levados em conta pelas montadoras no momento de exportarem ou importarem seus produtos de um país para outro. O problema é quando essa variação beneficia apenas um dos lados e deixa o outro sempre em desvantagem, como ocorre no nosso caso em particular. Uma pesquisa feita pelo portal argentino MegaAutos destacou algumas disparidades existentes comparando os valores praticados no Brasil e na Argentina para um mesmo produto. Para se ter uma “pequena” noção do absurdo, basta comparar os preços de uma picape Ford Ranger: Enquanto por aqui ela é vendida a partir de R$ 64.533, no mercado vizinho está à venda pelo equivalente a R$ 39.250 - diferença superior a 64%!
Absurdo: Carros argentinos chegam a custar quase 65% a mais quando vendidos no Brasil
E enquanto um Ford Focus custa R$ 17 mil a menos no país vizinho, essa diferença se aproxima da casa dos R$ 30 mil quando se trata de um Volkswagen Amarok 4x2 cabine simples. Entre modelos populares a pesquisa cita o VW Gol que, mesmo sendo produzido no Brasil, é comercializado na Argentina por um valor 42% inferior ao praticado por aqui.
Absurdo: Carros argentinos chegam a custar quase 65% a mais quando vendidos no Brasil
Por Michelle Sá / Fonte: Midiamax

Seja parte de algo grande

Absurdo: Carros argentinos chegam a custar quase 65% a mais quando vendidos no Brasil

Foto de: Michelle Sá