Número de veículos segurados pela Classe C ultrapassa 40% em 2011

O número de automóveis segurados da classe C aumentou. Foi o que revelou um estudo feito pela empresa Serasa Experian. O quadro, que em 2008 mal atingia 30%, cresceu graças à ascensão econômica da classe e hoje já chega a 41,3%. O comportamento também foi influenciado pelo aumento do número de furtos e roubos de veículos no país. Conforme a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg), somente nos três primeiros meses deste ano mais de 107 mil veículos, incluindo motocicletas, foram parar nas mãos de bandidos. Para Reinaldo Zanon, diretor da Seguralta Franchising, o seguro é uma forma ampla de proteção uma vez que grande parte da frota é formada por veículos populares, comumente de propriedade dos que integram a classe C. Esta é a primeira vez que as classes A e B são superadas pela C. “O consumidor já entendeu que seguro não é luxo, é necessidade. É comum ligarem para a Seguralta para cotar um seguro antes mesmo de comprar um carro. Se o orçamento não estiver de acordo com o bolso do cliente ele muda de ideia e compra outro carro para não ficar sem o seguro”, revela Zanon. O relatório também indicou um potencial crescimento nas vendas de seguros para autos para a classe C. Isto porque, dos quase 200 milhões de habitantes, aproximadamente 102 milhões integram a classe média, o que implica em novas possibilidades para este setor de negócios. Por Michelle Sá / Fonte: SEGS

Seja parte de algo grande